sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Feliz Dia do Quadrinho Nacional!

Há 140 anos, foi lançada aquela que é considerada a primeira hq brasileira, As Aventuras de Nhô Quim, do consagrado Ângelo Agostini. Quando foi criada a Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas do Estado de São Paulo (AQC-SP), em 1984, levantou-se a data da publicação, e desde então, esta se tornou uma data especial para todos aqueles que trabalham, se dedicam, promovem ou pelo menos se interessam pelo mercado nacional.
E ano após ano, as comemorações só vêm crescendo. Vamos ver o que está rolando hoje pelo Brasil afora...

NA INTERNET
O jornalista Paulo Ramos está fazendo uma lista de sites e blogs relacionadas à hq nacional, no http://blogdosquadrinhos.blog.uol.com.br/. A expectativa é que o número de links supere o do ano passado...

SÃO PAULO: COMIX E QUARTO MUNDO.
Os quarto-mundistas de sampa estarão hoje na Loja Comix para um bate-papo e sessão de autógrafos com o livro Prática da Escrita: Histórias em Quadrinhos, que reúne várias histórias de membros do grupo numa seleta coletânea.
Das 18 às 21 Horas
Book Shop - Al. Jaú, 1998 - Cerqueira César
Prox. Metrô Consolação. Tel: 11-3083-2142/3061-3893

SANTO ANDRÉ: 6º Encontro dos Cartunistas do ABC e São Paulo.
Local: Frans Café, av. Portugal, 1.126
A partir das 16 horas.

CAMPINAS 1: Exposição de Mestres do Quadrinho Nacional.
Com entrada gratuira, a exposição abre hoje e ficará até o dia 16 de Fevereiro, com obras de Henfil, Ziraldo, Maurício de Sousa, Laerte, Angeli, Cortez e outros mestres, no Espaço Cultural Pandora.
Rua Joaquim Novaes, 25, no Cambuí. (19) 3305-4731.

CAMPINAS 2: Lançamento do Macaco Albino # 01.
Coletânea de tiras do personagem criado por Leandro Robles, será lançada hoje, na Casa da Vó, às 19:30h. Para saber mais sobre criador e criatura, acesse http://www.escoladeanimais.com/
Casa da Vó Restaurante e Pizzaria - Tilli Center (Av. Albino J.B. de Oliveira ,1600)
Barão Geraldo

LONDRINA: Inauguração da Sala da Associação dos Quadrinistas de Londrina.
Bate-papo, autógrafos exposições e muito mais marca a estréia da AQL, que será sediada na Revistaria Odisséria e organizada pelo veterano Eloyr Pacheco.
Hoje, a partir das 19 horas.
Revistaria Odisséia (Av. Senador Souza Naves, 307 – Centro - Fundos)
Fone (43) 3027-4250

BELO HORIZONTE: Comemoração organizacada pela Associação Cultural Nação HQ.
Encontro de artistas, exposições, lançamentos, jam session e muita coisa vai rolar hoje, no Restaurante e Centro Histórico Alphinho, no centro da capital mineira.

PORTO ALEGRE: Livraria Cultura e Dinamo Studio.
Os gaúchos farão as comemorações amanhã, em 8 horas contínuas nas quais os artistas da Dinamo produzirão HQs interagindo com o público. O evento se realizará na Livraria Cultura do Bourbon Country.
Avenida Tulio de Rose, 80.

RIO GRANDE: Ponto de Cultura Artestação
Também na cidade do Rio Grande o encontro de quadrinistas será no sábado. Lá, a partir das 16 horas, os quadrinistas se reúnem para debater sobre o mercado independente e comercializar suas revistas.
Ponto de Cultura Artestação
Avenida Rio Grande, 500, na entrada do balneário Cassino.

PERNAMBUCO: Palestras na Livraria Cultura
Hoje, a partir das 19 horas, os pernambucanos podem conferir as palestras História de Pernambuco em Quadrinhos e dos Quadrinhos Pernambucanos, que será sucedida de uma sessão de autógrafos dos álbuns Heróis da Restauração Pernambucana e os 4 volumes de Passos Perdidos, História Desenhada.

Com certeza deve ter muito mais coisa rolando por aí. Pesquise, vá nos eventos, prestigie... dê seu apoio à HQ Nacional!

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Nerd Indica 5

Na semana do quadrinho nacional, o Nerd Indica entrevistou o Johandson, da publicação independente TARJA PRETA.

Confiram!


terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Relembrando Preacher...

Recentemente foi anunciado que a adaptação cinematográfica da série Preacher, de Garth Ennis, será roteirizada por John August (A Fantástica Fábrica de Chocolate, Peixe Grande) e dirigida por Sam Mendes (Beleza Americada, Estrada para Perdição). Nomes de peso que tranquilizaram os fãs... mas será que vai dar certo fazer um filme pra uma história que teve 66 edições, fora os especiais?

O quê, você não conhece a história? Bom, falemos um pouco sobre ela, então. E se você já é fã da série como eu, vamos relembrá-la... contém spoiliers e palavrões! =D


Volume 01: A Caminho do Texas





Neste arco inicial, somos apresentados a Jesse Custer, um pastor em crise de fé que acaba sendo possuído por uma estranha entidade e sua igreja explode com todos os fiéis dentro dela. Jesse não demora a descobrir que a entidade que o possuiu chama-se Gênesis, resultado do cruzamento entre um Anjo e uma Demônia.
Temendo as consequências disto, o Céu envia o Santo dos Assassinos, que é um dos caras mais fodas de toda a série, atrás de Jesse para resolver o problema.

Ao mesmo tempo, o Xerife Root está atrás de quem foi que explodiu a igreja e matou todo mundo. Seu filho, que tentara se matar anos atrás e só conseguira ficar com a cara deformada, logo é apelidado de "Cara-de-Cu".

Enquanto isso, a ex-namorada de Jesse, Tulipa, uma exímia atiradora, foge de alguns bandidos e acaba topando com um irlandês beberrão chamado Cassidy. Não demora para que eles encontrem Jesse e descubram, junto com ele, que o pastor agora detém "A Voz de Deus". Quando ele a usa, ninguém consegue resistir a atender suas ordens.

É assim que ele escapa do xerife e também do Santo dos Assassinos, ao passo que Cassidy logo se revela como sendo um vampiro.

Quando todos os personagens se encontram, Jesse força a descida de um anjo à Terra pra explicar que porra tá acontecendo. É quando eles descobrem que Deus partiu do Céu, assim que soube de Gênesis. Inconformado, Jesse decide, então, partir em busca de Deus e forçá-lo a redimir seu erro. Mas não sem antes acabar provocando a morte do Xerife Root e a fúria do Santo dos Assassinos.

Seu primeiro passo, então, é sair logo do Texas. Eles (Jesse, Tulipa e Cassidy) vão a New York encontrar um amigo de Cassidy que talvez possa ajudá-los a encontrar Deus. Acabam por se meter numa enrascada, na qual o tal "amigo" revela-se como sendo um serial killer.

Durante toda a série, Jesse frequentemente recebe conselhos de John Wayne que, claro, apenas ele vê.



Volume 02: Até o Fim do Mundo





Depois da aventura em NY, Jesse e Tulipa se separam de Cassidy e acabam trombando com Jody e TC, dois maníacos que arrastam Jesse de volta a Angelville, onde ele passou toda a sua vida. É quando ficamos sabendo do passado do pastor, sendo constantemente maltratado pela sua avó, que a todo custo queria que ele se tornasse um "Homem de Deus".

Particularmente, acho este o melhor arco da série, empatando com o último, talvez. O passado de Jesse é muito bem construído com os maltratos da avó, o sofrimento que Jody e TC lhe inflingiam, a morte de seu melhor amigo e muitas outras coisas.

Jesse acabaria fugindo, conheceria Tulipa e eles passaram um bom tempo numa vida bandida e aventureira, até que os dois "irmãos" de Jesse vieram lhe buscar, o que forçou-o a abandonar Tulipa sem maiores explicações, anos atrás.

O que nunca entendi muito bem é que, neste arco, Deus diz que "tira" os poderes de Jesse momentaneamente, por isso ele fica à mercê da avó e não pode fazer nada para impedir que eles atirem em Tulipa. Ora, se Deus era tão poderoso assim, não precisaria fugir de Jesse, como acontece nos arcos posteriores. Gosto de pensar, portanto, que era simplesmente a auto-confiança de Jesse que estava abalada ao reencontrar seu passado cruel.

Auto-confiança que volta depois que ele perde Tulipa. Claro, Deus "ressuscita" o amor de Jesse e tenta convencê-la de que eles devem desistir da perseguição. Com a VOZ restituída, Jesse consegue se libertar e finalmente se vingar de sua avó e de TC. Mas com Jody, o homem que matou seu pai, o "bom pastor" decide acertar as contas no braço mesmo.

Em seguida, entra em cena o Graal. Uma organização que protege a linhagem de Cristo desde que ele escapara da cruz e casara-se com Maria Madalena. Sendo a organização mais poderosa que existe, eles logo planejam perpretar o Armageddon e colocar o herdeiro de Cristo como novo Salvador da humanidade.

O problema é que, depois de séculos gerando filhos dentro da mesma família, o resultado é um completo débil mental. Sabendo que este plano está fadado ao fracasso, o assassino-mor do Graal, Herr Starr, planeja derrubar o comando, matar o sucessor de Cristo e colocar Jesse Custer em seu lugar.

Enquanto isso, Jesse, Tulipa e Cassidy se reencontram e o vampiro confessa que uma velha namorada sua acaba de morrer por causa de um pacote de cocaína. Dois personagens novos, Bob Glover e Freddy Allen, os "Investigadores Sexuais", são encarregados de pegar o pacote para entregar numa festa sadomasoquista organizada por um homem bizarro chamado Jesus DeSade.

Como resultado, tudo converge para a tal da festa. Starr, auxiliado por Featherstone e Hoover, dois membros do Graal, invade o local à procura de Custer. O tal Jesus acaba levando uma surra, tal como os dois investigadores, mas Cassidy e Tulipa acabam capturados pelo Graal, com Cassidy se passando por Jesse. Este, por sua vez, consegue resgatar Tulipa e fazer Featherstone e Hoover de refém. A mulher escapa, mas Jesse deixa Hoover contando grãos de areia numa praia e parte para a sede do Graal para resgatar o amigo.



Volume 03: Orgulho Americano





Antes de partir para o resgate, Jesse acaba conhecendo um amigo de seu pai, que lhe conta umas histórias sobre a guerra. Equanto fica sabendo mais sobre seu velho, Featherstone consegue entrar em contato com Starr e conta que eles estão com um falso Jesse Custer como refém.

Não demora para que Starr perceba que Cassidy é um vampiro, e deixa o pobre bastardo para ser torturado por um exímio atirador de rifle. Jesse deixa Tulipa no hotel e parte sozinho para o resgate, sem saber que o Santo dos Assassinos está na sua cola. Tulipa, claro, fica fudida da cara.

O Pai Supremo do Graal chega em Masada já sabendo da traição iminente de Starr. Ele planeja ajustar as contas com Jesse, por este ter matado sua tia, a avó do pastor. Ele deixa, então, que Jesse e Starr se matem, mas Starr leva o duelo até um porão escondido, onde eles têm um anjo como refém. É o pai de Gênesis, de onde Starr extrai toda a informação de que precisa torturando-o.

É neste momento que chega o Santo dos Assassinos. Ele só não mata Jesse porque o anjo diz que Jesse sabe a verdade sobre a morte da família do Santo. No confronto que se segue, o pastor acaba conhecendo um pouco mais sobre sua entidade, quase esbarra com Deus pela segunda vez e resgata seu amigo antes que tudo vá pelos ares. Starr também consegue uma vitória, matando o Pai Supremo e o "messias", assumindo de vez o controle do Graal.

Depois, eles voltam para NY e Cassidy conta sua história. Mas apenas parte dela...



Volume 04: Rumo ao Sul





Agora, Jesse, Tulipa e Cassidy vão para Nova Orleans, tentar um outro amigo do vampiro, um "macumbeiro", que pode tentar acessar Gênesis e ver se consegue descobrir aonde Deus está. No caminho, acabam topando com o Cara-de-Cu, que a princípio queria vingar o pai, mas logo acaba se tornando amigo dos dois.

O vampiro, por outro lado, pouco a pouco vai se revelando como um verdadeiro pilantra, mas apenas para Tupipa, já que começa a cortejá-la, principalmente quando bebe.

Uma vez em Nova Orleans, alguns inimigos de Cassidy, chamados Les Enfants du Sang, um bando de góticos desocupados, na verdade, ficam sabendo que ele está na cidade e decidem acertar as contas. E fazem isso justo quando Jesse está no meio do ritual em que entra em contato com Gênesis.

O pastor só tem tempo de descobrir a verdadeira história do Santo e do que fazer para encontrar Deus. Os pervertidos invadem o local a tiros e Tulipa consegue repeli-los e acordar Jesse, mas as coisas não acabam bem. Apesar do casal dar cabo nos Enfants, eles acabam matando a namorada do amigo de Cassidy e este perde a cabeça, literalmente.

Eles acabam tendo que costurá-la e Tulipa fica sabendo, através deste "amigo", que Cassidy é um verdadeiro canalha e já aprontou muita coisa de ruim nesse século de vida...


Volume 05: Guerra ao Sol





Cara-de-Cu acaba se tornando um astro do rock, e o trio de amigos vai para o Oeste, onde Jesse planeja ingerir peyote e ver se isso adianta para entrar em contato com Gênesis. Como Cassidy promete se comportar, Tulipa não conta nada a Jesse sobre o que a respeito do "amigo".

Mas tanto o Santo dos Assassinos quanto o Graal também estão indo para lá. E o resultado é a guerra que dá nome ao arco. O Santo encontra Jesse e este lhe conta a verdade sobre a morte de sua família, sobre como Deus manipulou os acontecimentos para criar o assassino perfeito. O Santo considera Jesse quite com ele, no momento em que Starr chega com seu exército e descarrega todo seu arsenal no Santo.

Nada adianta. No fim, os três amigos roubam um avião para fugir da bomba atômica destinada a aniquilar o Santo. A bomba cai, mas este nem se mexe. Só que Jesse acaba caindo do avião e é dado como morto.

Starr vai parar numa caverna cheia de canibais e se fode mais um pouco. Aliás, durante toda a série, esse cara só se fode... é estuprado, perde a orelha, ganha uma cicatriz na careca, e agora perde a perna. Mais à frente, um cão acaba arrancando seu pênis.

Jesse aparece no meio do deserto, sem um olho e sem muitas lembranças do que aconteceu. Semanas se passam quando ele consegue chegar a Cassidy, apenas para vê-lo beijar Tulipa. Atormentado com isso, ele parte, sem revelar que ainda estava vivo...



Volume 06: Salvação





Ainda abalado com tudo o que rolou, Jesse decide dar um tempo em sua jornada e acaba indo parar na cidadezinha de Salvation, onde se torna xerife e combate um empresário local que ameaça a cidade e o prórpio Jesse. Eu acho esse um dos arcos mais fracos, mas é importante por mostrar o reencontro de Jesse com sua mãe, que ele julgava morta. Mais tarde ela lhe dá uma medalha que pertenceu a seu pai, e Jesse reencontra o amigo do velho uma vez mais, para que este lhe conte como foi que ele a conseguiu.

Esse é o próximo encadernado que deve sair por aqui, mas sabe-se lá quando a Pixel irá publicá-lo. Os leitores que acompanharam a publicação da série pela Brainstore devem se lembrar deste.



Volume 07: Inferno Vindouro





Depois de resolver as coisas em Salvation, Jesse finalmente ingere a droga e tem uma "viagem" na qual se lembra da queda do avião, na qual foi resgatado por Deus e este, furioso, arrancou-lhe o olho. Depois de recupear suas lembranças e descobrir algumas outras coisas, Jesse bola um plano.

Este arco, então, amarra algumas pontas soltas, como trazer de volta o Hoover, que estava o tempo todo contando os grãos de areia, e preparar as coisas para o último arco.

Jesse finalmente reencontra Tulipa e esta lhe conta o crápula que Cassidy é. Depois, o pastor vai investigar o passado do ex-amigo e descobre o restante de sua história.

Ao mesmo tempo, Starr consolida seu poder no Graal e prepara-se para o confronto final.



Volume 08: Álamo





No arco derradeiro, que permanece inédito no Brasil, ficamos sabendo que Deus é uma criatura sedenta de amor, e por isso procura manipular tudo e todos para que o amem. Ele criou Gênesis apenas para ter o amor de uma criatura mais poderosa que ele próprio.

Jesse decide então que é hora de dar cabo em alguém tão egoísta. Ele encontra o Santo dos Assassinos e lhe revela seu plano. Também liga anonimamente para Starr e lhe revela sua localização.

No fim, Jesse vai acertar as contas com Cassidy e, por incrível que pareça, lhe dá a pior surra de sua vida. Mas acaba lhe perdoando. Contente com isso, o vampiro sacrifica-se e Jesse acaba levando um tiro na cabeça, instantes antes de Tulipa matar Starr, que já havia matado Featherstone e Hoover até então.

Com a morte de Jesse e a dispersão de Gênesis, Deus pode voltar ao Paraíso. Mas o Santo já o esperava lá. Ele mata Deus e senta-se em seu trono.

O que ninguém esperava, entretanto, é que Cassidy, antes do duelo com Jesse, fosse encontrar Deus e lhe propusesse um acordo. Graças a isso, tanto Cassidy quanto Jesse acabam voltando à vida depois. Cassidy, curado de sua maldição e livre para começar vida nova. Jesse, agora sem Gênesis em seu corpo, pronto para ir atrás do amor de sua vida, que agora está completamente puta da cara devido ao Jesse tê-la abandonado naquele plano suicida.


Além da série em 66 edições, temos ainda especiais que contam a história de Jesse e Tulipa antes de Gênesis, do Santo dos Assassinos, do Cara-de-Cu, de Starr e de Jody e TC.
A série é característica pelo seu humor ácido e negro, pelas discussões filosóficas e, claro, principalmente, pela diversão. Claro, às vezes enche um pouco o saco o papo de "caubói americano", e todo aquele blá-blá-blá de orgulho de ser estadunidense e talz. Ainda assim, Preacher é uma das séries mais importantes que já li na vida, pelo simples fato de trazer, em suas entrelinhas e diversas outras mensagens, uma, em especial: a fé, quando cega... é uma merda!

Pontos de Venda de Quadrinhos Independentes

A distribuição sempre foi um problema no meio independente. Você faz uma revista aqui em Curitiba, como torná-la conhecida no Brasil todo? Como divulgá-la lá no Amazonas? Foi pensando nesses problemas que surgiu o Quarto Mundo, que a essas alturas, vocês já conhecem bem. E é graças aos esforços do grupo que hoje, temos alguns pontos de venda espalhados pelo Brasil afora. Confiram alguns deles:

CURITIBA/PR
Jaya Comics Café
R. Dr. Pedrosa, 430 - 41 3024-2163

Itiban Comic Shop
Av. Silva Jardim, 845 – 41 3232-5367

SÃO PAULO/SP
Comix Book Shop

Livraria HQ MIX
Praça Presidente Franklin Delano Roosevelt, 142 – 11 3258-7740

Quanta Academia de Artes
Rua Minas Gerais, 27 – 11 3214-0553

RIO DE JANEIRO/RJ
Livraria Travessa
Endereços em http://www.travessa.com.br/wpgNossasLojas.aspx

Gibi Etc...
Rua do Catete 228, loja 307, Catete.

La Cucaracha
R. Teixeira de Mello, 31H, Ipanema - 21 2522-0103

Livraria da Dona Laura
Av. Vieira Souto, 176, Ipanema – 21 2522-8362

GOIÁS/GO
Leart
Av. Goiás, 1505, Centro - 62 3093-2191

Sebo Hocus Pocus
Av. Araguaia, Centro - 62 3092-1927

Banca 87
Av.87, St. Sul - s/fone.

FORTALEZA/CE
Revistas & Cia
Av. Pontes Vieira Nº 1843 – 85 3257-1057

Fanzine
R. Pedro I Nº 583 – 85 3252-3660

MANAUS/AM
Banca Dom Bosco
Rua Padre Estelito, s/n.º - Centro

Banca Jacó
Av. Eduardo Ribeiro, 146 - Centro

Big Banca
Av. Eduardo Ribeiro, 87 - Centro


Há ainda vários pontos de venda em BH, Cuiabá, POA e Floripa. Fiquem ligados nas novidades e no blog do Quarto Mundo, www.4mundo.com, para saberem mais da expansão dos pontos de venda do mercado de quadrinhos nacional.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Nerd Indica 4

Pra compensar a semana que não foi ao ar, o novo Nerd Indica vem com o dobro de duração e muitas novidades.

Desta vez, o programa divulga uma promoção bacana com SANDMAN (se você é de outro planeta e nunca leu nada sobre isso, confirma pelo menos o post anterior deste humilde escriba que vos fala) e faz uma matéria hilária sobre o Rio Anime Club.

Particularmente, tenho calafrios só de chegar perto desse tipo de evento, mas acho divertido ver os nerds que já ultrapassaram o nível "saudável" de nerdice. =D


quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Sandman: Os 10 Volumes da Conrad

### ATENÇÃO, ESSE BLOG FOI DESATIVADO. PARA VISUALIZAR ESTE POST NO NOVO BLOG CLIQUE NO LINK ABAIXO ###

http://quadrinhopole.wordpress.com/2009/01/21/sandman-os-10-volumes-da-conrad/

Eu nunca tinha lido Sandman até a Conrad começar a lançar os encadernados de luxo. Foram praticamente 3 anos de espera pra ver a saga completa, mas valeu cada segundo de espera e cada centavo investido.
Esse post é para aqueles que não conhecem a série, ou para aqueles que conhecem e querem saber se vale a pena comprar os volumes da Conrad. Óbvio que tem spoiliers.
VOLUME 01: PRELÚDIOS E NOTURNOS
Sandman # 01-08
NESTE ARCO INICIAL, SOMOS APRESENTADOS A UM DOS PERPÉTUOS, O CHAMADO SONHO, TAMBÉM CONHECIDO POR OUTROS NOMES, COMO MORPHEU OU SANDMAN.UMA SEITA DE ANTIGOS BRUXOS TENTOU APRISIONAR SUA IRMÃ, MORTE, NO ANO DE 1916, MAS ACABOU O PEGANDO POR ENGANO. DURANTE QUASE UM SÉCULO, SANDMAN PERMANECEU PACIENTEMENTE PRESO, ESPERANDO O MOMENTO OPORTUNO PARA SE LIBERTAR. DURANTE TODO ESTE TEMPO, SEUS OBJETOS PERDERAM-SE PELO MUNDO AFORA. A PRIMEIRA COISA QUE FAZ DEPOIS DE SAIR DA PRISÃO É CASTIGAR O FILHO DE SEU CAPTOR COM O DESPERTAR ETERNO, APRISIONANDO-O NUM SONO SEM FIM, NO QUAL ELE VIVE PESADELOS CONTÍNUOS. EM SEGUIDA, ELE RETORNA AO SEU LAR, O SONHAR... REENCONTRANDO CAIM E ABEL NO CAMINHO. SANDMAN SE SURPREENDE AO VER SEU CASTELO EM RUÍNAS E INVOCA AS TRÊS BRUXAS PARA QUE LHE AJUDEM A REENCONTRAR SEUS OBJETOS: A ALGIBEIRA COM A AREIA MÁGICA, SEU ELMO E O RUBI QUE É ONDE ESTÁ GUARDADO TODO SEU PODER. AS BRUXAS DIZEM NAS MÃOS DE QUEM OS OBJETOS PASSARAM POR ÚLTIMO. O PRIMEIRO A SER VISITADO É JOHN CONSTANTINE, QUE O AJUDA A REAVER SUA ALGIBEIRA. COM PARTE DE SEU PODER RECUPERADO, O MESTRE DOS SONHOS DESCE AO INFERNO E DESCOBRE QUE O PODER LÁ AGORA ESTÁ DIVIDIDO NUM TRIUNVIRATO ENTRE LÚCIFER, BELZEBU E AZAZEL. EM SEGUIDA, DESAFIA O DEMÔNIO QUE ESTÁ COM SEU ELMO PARA UM DUELO E O VENCE DE UMA MANEIRA EXTREMAMENTE PERSPICAZ. ENQUANTO ELE RECUPERAVA ESTES DOIS OBJETOS, O INSANO DOUTOR DESTINO - QUE HAVIA USADO O RUBI TEMPOS ATRÁS E ENFRENTADO A LIGA DA JUSTIÇA - ESCAPA DO ARKHAM E VAI ATRÁS DO RUBI. SANDMAN ACABA ENCONTRANDO-O ANTES, MAS O RUBI ESTÁ ALTERADO. DESTINO CONSEGUIU FAZER COM QUE A PEDRA MÍSTICA OBEDECESSE SOMENTE A ELE. QUANDO TENTA USÁ-LA, O MESTRE DOS SONHOS CAI, INCONSCIENTE. DESTINO - OU SIMPLESMENTE JOHN DEE, COMO GOSTA DE SER CHAMADO - APROVEITA PARA REAVER "SEU" RUBI E, COM O PODER DELE, TRAZER À TONA O QUE HÁ DE PIOR NAS ALMAS HUMANAS, QUASE DECRETANDO O APOCALIPSE. QUANDO SE RECUPERA, SANDMAN VAI ATRÁS DELE E O ENFRENTA NO REINO DOS SONHOS, QUANDO FORÇA DEE A DESTRUIR O RUBI, RECUPERANDO, ASSIM, TODO O SEU PODER. FINALMENTE, ELE DEVOLVE DEE AO ARKHAM E REENCONTRA SUA IRMÃ, MORTE, PARA PONDERAR SOBRE OS ÚLTIMOS ACONTECIMENTOS E APRENDER UMA IMPORTANTE LIÇÃO...
- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* PREFÁCIO PARA EDIÇÃO BRASILEIRA, ESCRITO PELO PRÓPRIO NEIL GAIMAN;
* INTRODUÇÃO DE KAREN BERGER, QUE CONTA UM POUCO SOBRE COMO "SANDMAN" FOI CONCEBIDO;
* NOTAS SOBRE AS 17 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO PRIMEIRO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";
* BIOGRAFIAS DE NEIL GAIMAN, SAM KIETH, MIKE DRINGENBERG, MALCOM JONES III, ROBBIE BUSCH E DAVE MCKEAN;* POSFÁCIO DE NEIL GAIMAN;
Bem, já de cara, a história surpreende por sua originalidade. Uma das minhas frases favoritas da série toda está neste volume, quando Sandman, depois de vencer o demônio e recuperar seu elmo, se vê diante de uma horda de outros demônios e Lúcifer não parece lá muito disposto em deixá-lo ir embora. Ele afirma que Sandman não tem poder ali.
Este calmamente responde: "Posso estar enfraquecido, mas dizer que os SONHOS não têm poder aqui... diga-me, que poder teria o INFERNO, se todos aqui presos não fossem capazes de SONHAR com o CÉU?". Muito foda, né?

VOLUME 02: A CASA DE BONECAS
Sandman # 09-16


EM UM PRÓLOGO INTRODUTÓRIO, FICAMOS CONHECENDO - ATRAVÉS DA TRADIÇÃO DE UMA ANTIGA TRIBO - A HISTÓRIA DE NADA, UMA MORTAL QUE AMOU SANDMAN E, POR TER CAUSADO A DESTRUIÇÃO DE SEU PRÓPRIO REINO POR CONTA DISSO, DECIDIU ABANDONÁ-LO PARA SEMPRE. TUDO NÃO PASSARA DE UMA ARTIMANHA DE DESEJO, GÊMEA DE DESESPERO, IRMÃS DE SANDMAN. ELA FALHARA EM SEU PLANO, MAS AGORA, TENTARÁ DE NOVO. TRATA-SE DA HISTÓRIA DE ROSE WALKER, A NETA DE UNITY KINCAID, UMA MULHER QUE PERMANECERA A MAIOR PARTE DE SUA VIDA DORMINDO, GRAÇAS À PRISÃO DE SANDMAN. AINDA ASSIM, ELA SABIA QUE TINHA DADO A LUZ À UMA MENINA - MIRANDA - QUE É MÃE DE ROSE. QUANDO SENTE A MORTE SE APROXIMAR, UNITY MANDA CHAMAR MÃE E FILHA PARA FINALMENTE CONHECÊ-LAS, MAS A FAMÍLIA NÃO ESTÁ COMPLETA. FALTA O PEQUENO JED, IRMÃO DE ROSE, QUE SE PERDEU DA FAMÍLIA DESDE QUE MIRANDA SE SEPAROU DO PAI DE ROSE. AGORA, A GAROTA INICIA UMA LONGA JORNADA EM BUSCA DE SEU IRMÃO, SEM DESCONFIAR DE QUE CARREGA DENTRO DE SI UM VÓRTICE CAPAZ DE AMEAÇAR TODO O SONHAR. SABENDO DISSO, SANDMAN FICA DE OLHO NELA, AO MESMO TEMPO EM QUE PROCURA OS MEMBROS DESAPARECIDOS DE SEU REINO: BRUTE E GLOB, O CORÍNTIO E FIDLER´S GREEN. NÃO COINCIDENTEMENTE, GRUTE E BLOB ESCONDERAM-SE NA MENTE DE JED, SEPARANDO-O DO SONHAR E ESPERANDO CRIAR SEU PRÓPRIO MUNDO DOS SONHOS. LÁ, ELES TROUXERAM HECTOR HALL DE VOLTA À VIDA E TRANSFORMARAM-NO NUM NOVO SANDMAN, VIVENDO AO LADO DE SUA ESPOSA GRÁVIDA, HIPPOLYTA. QUANDO O VERDADEIRO SANDMAN DESCOBRE O QUE HOUVE, TRATA DE PUNIR OS DOIS, LEVAR HECTOR DE VOLTA À MORTE E LIBERTAR JED. LYTA FICA FURIOSA PELO SONHO TER ACABADO E DESESPERA-SE QUANDO MORPHEU AFIRMA QUE O FILHO QUE ELA ESTÁ ESPERANDO É DELE. O CORÍNTIO, POR OUTRO LADO, FOI UM PESADELO CRIADO PELO DEUS DOS SONHOS QUE ACABOU DESGARRANDO-SE NO MUNDO REAL E SE TRANSFORMANDO NUM ASSASSINO SERIAL. ELE PARTICIPA DE UMA CONVENÇÃO DE COLECIONADORES, NO MESMO HOTEL ONDE ROSE SE ENCONTRAVA, AO LADO DE UM AMIGO QUE CONHECERA NA JORNADA, GILBERT. ENQUANTO A CONVENÇÃO PROSSEGUE, SOMOS APRESENTADOS À HISTÓRIA DE ROBERT "HOB" GADLING, UM HOMEM DA IDADE MÉDIA QUE RECUSOU-SE A MORRER. CURIOSO COM O FATO, SANDMAN PEDIU PARA QUE A MORTE NÃO O TOCASSE, PARA QUE ELE PUDESSE VER O QUE ACONTECERIA. E DE 100 EM 100 ANOS, ELES SE ENCONTRAVAM E HOB CONTAVA AS NOVIDADES. ACABOU ACONTECENDO DOS DOIS FICAREM AMIGOS.
MAS VOLTANDO À HISTÓRIA, SANDMAN DESTRÓI O CORÍNTIO DEPOIS DA CONVENÇÃO E GILBERT AJUDA ROSE A ACHAR JED, QUE ESTAVA NO PORTA-MALAS DO CORÍNTIO. ROSE VOLTA PARA A PENSÃO ONDE CONHECERA GILBERT E REENCONTRA OUTRAS FIGURAS ESTRANHAS: KEN E BARBIE, ZELDA E CHANTAL (AS ESTRANHAS COLECIONADORAS DE ARANHAS) E HAL, O ESTRANHO SENHORIO. LOGO, TODOS ELES ESTÃO ENVOLVIDOS NUM MESMO SONHO INACREDITAVELMENTE LOUCO, FRUTO DO VÓRTICE DE ROSE. É QUANDO SANDMAN DECIDE QUE É HORA DE AGIR. É HORA DE DESTRUIR O VÓRTICE E PARA ISSO, TERÁ QUE MATAR ROSE.GILBERT TENTA AJUDAR E ACABA REVELANDO A ROSE QUE ELE NÃO É HUMANO E SIM, UM LUGAR DO MUNDO DOS SONHOS: FIDLER´S GREEN. AO MESMO TEMPO EM QUE ROSE ENCARA A MORTE NAS MÃOS DE SANDMAN, UNITY COMEÇA A MORRER. MAS UNITY VAI PARAR NO SONHAR E PEGA O VÓRTICE - QUE DEVERIA TER SIDO DELA DESDE O INÍCIO - PARA SI MESMA NOVAMENTE E LIBERTA SUA NETA DO FARDO. O VÓRTICE É DESTRUÍDO, JED E SALVO, UNITY MORRE. TODOS ACABAM FELIZES.MAS SANDMAN ACABA PERCEBENDO QUE NESSA HISTÓRIA, HÁ UM DEDO DE DESEJO...

- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* INTRODUÇÃO DE CLIVE BARKER;
* INTRODUÇÃO DE NEIL GAIMAN, FAZENDO UMA INUSITADA RECAPITULAÇÃO DO PRIMEIRO ARCO;
* POSFÁCIO DE NEIL GAIMAN, QUE DÁ APENAS AGRADECIMENTOS A ALGUMAS DEZENAS DE PESSOAS;
* BIOGRAFIAS DE NEIL GAIMAN, MIKE DRINGENBERG, MALCOM JONES III, ROBBIE BUSCH, DAVE MCKEAN, CHRIS BACHALO, MICHALE ZULLI E STEVE PARKHOUSE;
* NOTAS SOBRE AS 55 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO SEGUNDO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";
Este é tido por muitos, ao lado do volume 4, como o melhor da série. Estes dois primeiros volumes possuem uma série de ganchos e de personagens que, a princípio, parecem não ter importância, mas acabam sendo aproveitados futuramente. Só para citar um dos mais importantes, a artimanha que Desejo tentou perpetrar neste volume é basicamente a mesma que acabará matando Morpheus no último volume.
VOLUME 03: TERRA DOS SONHOS
Sandman # 17-20



ESTE VOLUME COMPORTA QUATRO GRANDES HISTÓRIAS, QUE SERVEM COMO UM "INTERVALO" PARA O PRÓXIMO ARCO DE SANDMAN:
- CALÍOPE:POR UM LONGO TEMPO, A MUSA CALÍOPE PERTENCEU A ERASMUS FRY, UM ESCRITOR FRACASSADO QUE USOU-A PARA FAZER SUCESSO. AGORA, ELE FAZ UM ACORDO E PASSA ELA A RICHARD MADOC, QUE TAMBÉM PRECISA DE INSPIRAÇÃO. DESPERADA PELA LIBERDADE, CALÍOPE PEDE AJUDA A ALGUÉM QUE ELA ESPERAVA JAMAIS VER NOVAMENTE... SEU ANTIGO AMANTE, PAI DE SEU FILHO... SANDMAN. E SANDMAN DARÁ UMA BELA LIÇÃO EM MADOC...
- UM SONHO DE MIL GATOS:UMA OUSADA GATA VIAJA PELO MUNDO PARA PREGAR A SUA PALAVRA, SOBRE COMO UM SONHO SEU REVELOU-LHE A VERDADE SOBRE A REALIDADE. AGORA, ELA FARÁ DE TUDO PARA QUE MIL GATOS SONHEM... POIS SONHAR MOLDA O MUNDO...
- SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO:WILLIAM SHAKEASPEARE ESTÁ DEVENDO AO SONHO. E É HORA DE PAGAR METADE DE SUA DÍVIDA, APRESENTANDO UMA PEÇA DE TEATRO A CRIATURAS INCRÍVEIS, NUNCA ANTES VISTAS POR OLHOS HUMANOS...
- FACHADA:A EX-HEROÍNA "GAROTA ELEMENTAL" APOSENTOU-SE HÁ TEMPOS, POR CAUSA DO PROBLEMA DE PELE QUE SEUS PODERES LHE CONFERIRAM. NUTRINDO DE INTENSA DEPRESSÃO E UM DESEJO INIGUALÁVEL DE MORRER, ELA ACABA ENCONTRANDO A ENCARNAÇÃO DA MORTE E TENDO UMA INUSITADA CONVERSA...
- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* INTRODUÇÃO DE STEVE ERICKSON;
* ROTEIRO ORIGINAL DE "CALÍOPE", COM INTRODUÇÃO DE NEIL GAIMAN;
* DEDICATÓRIA DOS ARTISTAS;
* BIOGRAFIAS DE NEIL GAIMAN, KELLEY JONES, CHARLES VESS, COLLEEN DORAN, MALCOM JONES III, ROBBIE BUSCH, TODD KLIEN E DAVE MCKEAN;
* POSFÁCIO DE NEIL GAIMAN, NO QUAL ELE AGRADECE A MAIS ALGUMA DEZENAS DE MILHARES DE PESSOAS;
* NOTAS SOBRE AS 32 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO TERCEIRO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";
Boas histórias, sendo que a melhor, para mim, é o "Sonho de Mil Gatos", embora o final de "Calíope" também seja fenomenal.
VOLUME 04: ESTAÇÃO DAS BRUMAS
Sandman # 21-28




AS DAMAS CINZENTAS VISITAM DESTINO DOS PERPÉTUOS EM SEU JARDIM E FALAM SOBRE MUDANÇAS. INTRIGADO, ELE OLHA EM SEU LIVRO E PERCEBE QUE DEVE CONVOCAR UMA REUNIÃO COM SEUS IRMÃOS. TODOS, EXCETO DESTRUIÇÃO, QUE DECIDIU EXILAR-SE DOS DEMAIS, COMPARECEM SEM ENTENDER DIREITO O MOTIVO. UMA VEZ REUNIDOS, DESEJO TRATA DE PROVOCAR SANDMAN E O LEMBRA DE TER CONDENADO NADA AO INFERNO POR ELA TER REJEITADO SEU AMOR.NUMA CONVERSA COM MORTE, O MOLDADOR DOS SONHOS PERCEBE SEU ERRO E DECIDE REPARÁ-LO, AINDA QUE ISSO POSSA SIGNIFICAR SUA DESTRUIÇÃO, JÁ QUE CRIOU UMA CERTA INIMIZADE COM LÚCIFER EM SUA ÚLTIMA VISITA.
CONTUDO, ELE PARTE ASSIM MESMO, DEPOIS DE COMUNICAR SUA JORNADA A SEUS SERVOS E DESPEDIR-SE DE ALGUMAS PESSOAS - ENTRE ELAS O FILHO DE HIPPOLYTA GERADO NOS SONHOS, AO QUAL ELE BATIZA DE DANIEL. UMA VEZ NO INFERNO, ENTRETANTO, MORPHEUS É SURPREENDIDO COM A SÚBITA DESERÇÃO DE LÚCIFER. CANSADO DE SER O SOBERANO DAS TREVAS, ELE MANDA TODOS EMBORA - CONDENADOS E DEMÔNIOS - SELA TODAS AS PORTAS DO INFERNO E ENTREGA A CHAVE A SANDMAN, DEPOIS DE PEDIR QUE ESTE CORTE SUAS ASAS. LÚCIFER PARTE, DEIXANDO O REI DO SONHAR COM UM PROBLEMA NA MÃO. PROBLEMA ESTE QUE ATRAI GENTE DE TODA PARTE:- ODIN, DE ASGARD, QUE PARA IR AO ENCONTRO DE MORPHEUS SOLICITA A PRESENÇA DE THOR E DO TRAPACEIRO LOKI, QUE É RETIRADO DE SEU TORMENTO ETERNO ABAIXO DO VENENO DA SERPENTE;- REPRESENTANTES DO CAOS E DA ORDEM;- DUMA E REMIEL, ANJOS DA CIDADE PRATEADA;- AZAZEL, CHORONZON E MERKIN, DEMÔNIOS QUE QUEREM REAVER SEU REINO;- ANÚBIS, DO EGITO, QUE TRAZ A DEUSA BAST E O DEUS BES CONSIGO;- SUSANO-O-NO-MIKOTO, DOS DEUSES NIPPOS;- CLURACAN E NUALA, DO REINO DE FAERIE;ENQUANTO SANDMAN LHE OFERECE SUA HOSPITALIDADE PRESENTEANDO-OS COM UM FARTO BANQUETE, PRESENCIAMOS AS CONSEQUÊNCIAS DA PARTIDA DE LÚCIFER NUMA ESCOLA ABANDONADA, ONDE UM GAROTO TEM DE CONVIVER COM A VOLTA DE ALUNOS E OUTRAS PERSONAGENS QUE HÁ MUITO ESTAVAM MORTOS.
À MEDIDA EM QUE SE FARTAM, OS INTERESSADOS FAZEM SUAS OFERTAS E AMEAÇAS A SANDMAN. ENTRE ELAS, AZAZEL OFERECE-LHE NADA, AQUELA QUE ELE FORA BUSCAR NO INFERNO, E CHORONZON, O DEMÔNIO QUE ROUBARA-LHE O ELMO. POR FIM, ELE ACABA POR DECIDIR ENTREGAR A CHAVE DO INFERNO AOS ANJOS DO PARAÍSO, JÁ QUE O CRIADOR DESEJA REAVER ALGO QUE LHE ERA SEU. ALGUNS DECEPCIONAM-SE, OUTROS NÃO. MAS AZAZEL REJEITA A HOSPITALIDADE DE SANDMAN. COM ISSO, O MESTRE DOS SONHOS ADENTRA EM AZAZEL PARA LIBERTAR CHORONZON E REAVER SUA AMADA. DE QUEBRA, ACABA CAPTURANDO AZAZEL, POR TEMPO INDETERMINADO.
OS DEMAIS VÃO EMBORA, MAS LOKI APROVEITA-SE DA OCASIÃO PARA TROCAR DE LUGAR COM O DEUS JAPONÊS. ESTE ACABA SENDO PRESO EM SEU LUGAR, ENQUANTO LOKI FAZ UM ACORDO COM SANDMAN PARA QUE ESTE NÃO O DEVOLVA A SEU MARTÍRIO ETERNO. ANTES DE SE DESPEDIR, PORÉM, CLURACAN DEIXA A SUA IRMÃ COMO UM PRESENTE PARA SANDMAN. NÃO QUERENDO OFENDER A SOBERANA DE FAERIE, ELE ACEITA O PRESENTE.
FINALMENTE, MORPHEUS PODE CONVERSAR COM NADA E ACEITAR O SEU PERDÃO. EM SEGUIDA, ACOMPANHA O RENASCER DELA, EM OUTRA ENCARNAÇÃO. E NO INFERNO, AS COISAS COMEÇAM A MUDAR, AGORA SOB A DIREÇÃO DOS DOIS ANJOS. COMEÇA O DURO TRABALHO DE SUBSTITUIR DANAÇÃO POR REDENÇÃO. E EM SEU JARDIM, DESTINO VIRA MAIS UMA PÁGINA...
- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* INTRODUÇÃO DE HARLAN ELLISON;
* BIOGRAFIAS DIVERTIDAS DE DE NEIL GAIMAN, KELLEY JONES, MIKE DRINGENBERG, P. CRAIG RUSSEL, MATT WAGNER, GEORGE PRATT, MALCOM JONES III, DICK GIORDANO, DANIEL VOZZO, STEVE OLIFF, TODD KLEIN, KAREN BERGER, ALISA KWITNEY, TOM PEYER, DAVE MCKEAN E HARLAN ELLISON;
* NOTAS SOBRE AS 27 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO QUARTO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";
Outro arco de histórias genial... só achei um pouco descepcionante no final, já que cria uma expectativa grande e acaba terminando de forma relativamente simples. Não que isso seja um demérito... a história está longe de ser ruim.
VOLUME 05: UM JOGO DE VOCÊ
Sandman # 32-37













FAZ TEMPO QUE BARBIE NÃO SONHA COM A TERRA ONDE ERA PRINCESA. ONDE ELA SE JUNTAVA A SEUS AMIGOS MARTIN TENBONES (O CACHORRO), A LUZ (A PAPAGAIO), A WILKINSON (O RATO) E A PRINADO (O MACACO) PARA ENFRENTAR A TERRÍVEL AMEAÇA DO CUCO.É POR ISSO QUE MARTIN VAI AGORA AO MUNDO REAL PARA BUSCÁ-LA E ACABA MORRENDO NO PROCESSO, MAS NÃO SEM ANTES ENTREGAR A ELA O PORPENTINO.
ASSUATADA COM A SITUAÇÃO, BARBIE TENTA NÃO DORMIR NAQUELA NOITE, MAS NÃO HÁ ESCAPATORIA. QUANDO O SONO VEM, ELA ADENTRA NOVAMENTE AO MUNDO DOS SONHOS. ERA ISSO QUE GEORGE, UM DOS SERVOS DO CUCO EM NOSSO MUNDO, ESTAVA ESPERANDO. ELE ENVIA SEUS CORVOS AOS VIZINHOS DE BARBIE... WANDA, FOX, HEZEL E THESSALY, PARA LUDIBRIÁ-LOS A DESTRUIR O PORPENTINO.
ELES TÊM PESADELOS ENQUANTO BARBIE REENCONTRA SEUS AMIGOS, MAS THESSALY É UMA BRUXA ANTIGA, APESAR DAS APARÊNCIAS. ELA ESCAPA DA ARMADILHA E ACORDA OS DEMAIS, DEPOIS DE MATAR GEORGE. ELA DEIXA WANDA - UM TRANSEXUAL QUE NA VERDADE SE CHAMA "ALVIN" - CUIDANDO DE BARBIE ENQUANTO CONVOCA A LUA E A ORBIGA A MANDAR OS TRÊS PARA O MUNDO DOS SONHOS PARA RESGATAR BARBIE E DESTRUIR O CUCO.
ENQUANTO ISSO, BARBIE SEGUE SUA JORNADA E VAI PERDENDO CADA VEZ MAIS AMIGOS EM SEU CAMINHO, ATÉ SER TRAÍDA POR LUZ E SER LEVADA A ENCARAR O CUCO QUE, ELA DESCOBRE, É NA VERDADE ELA MESMA, QUANDO CRIANÇA.QUANDO A HORA CHEGA, É HORA DO REI DOS SONHOS INTERVIR E CORRIGIR A SITUAÇÃO. UMA TERRA DE SONHOS SE DESFAZ, UM CUCO É LIBERTADO. MAS UMA BRUXA TEM PENDÊNCIAS A ACERTAR. E HÁ CORPOS NO MUNDO REAL...
- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* INTRODUÇÃO DE SAMUEL R. DELANY;
* BIOGRAFIAS BREVES COM RELATOS DE INFÂNCIA DE NEIL GAIMAN, TODD KLEIN, SHAWN MCMANUS, BOB KAHAN, BRYAN TALBOT, GEORGE PRATT, DICK GIORDANO, COLLEEN DORAN, ALISA KWITNEY, DANNY VOZZO, STAN WOCH, DAVE MCKEAN, KAREN BERGER, SAMUEL R. DELANY.
* POSFÁCIO COM AGRADECIMENTOS DE NEIL GAIMAN;
* NOTAS SOBRE AS 20 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO QUINTO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";
Outro arco que planta mais uma enxurrada de ganchos que vão ser aproveitados futuramente. Boa história, lembra um pouco a Casa das Bonecas, por causa dos personagens coadjuvantes que participam da história.

VOLUME 06: FÁBULAS E REFLEXÕES
Sandman # 29-31, 38-40, 50, Sandman Especial # 01 e Vertigo Prev. # 01.










ESTE VOLUME NOS TRAZ CONTOS SURREAIS MESCLADOS A FATOS HISTÓRICOS, ALÉM DE NOS REVELAR O TRÁGICO DESTINO DE ORPHEUS, FILHO DO MESTRE DOS SONHOS.
- MEDO DE CAIR:APRESENTA A EDIÇÃO COM UM BREVE CONTO SOBRE UM DIRETOR DE TEATRO QUE ESTÁ PRESTES A EXPLODIR EM SUCESSO, MAS ESTÁ PENSANDO EM DESISTIR DEVIDO AO MEDO DA QUEDA. ACONTECE QUE ELE TEM UM SONHO...
- TRÊS SETEMBROS E UM JANEIRO:CONTA A HISTÓRIA DE JOSHUA ABRAHAM NORTON, O HOMEM QUE SE DECLAROU I IMPERADOR DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA. A HISTÓRIA SE PASSA PELO PONTO DE VISTA DOS PERPÉTUOS, ENTRETANTO, UMA VEZ QUE TUDO ACABOU SE INICIANDO POR CAUSA DE UMA DISPUTA ENTRE DESESPERO E DESEJO E ENTRE SONHO. QUEM GANHA A DISPUTA É SONHO, ATÉ QUE CHEGA A HORA DE MORTE VIR BUSCÁ-LO.
- TERMIDOR:SONHO PEDE AJUDA A JOHANNA CONSTANTINE PARA QUE ELA RECUPERE A CABEÇA DE SEU FILHO, ORPHEUS, EM PLENA REVOLUÇÃO FRANCESA. NA AVENTURA QUE SE SEGUE, QUEM QUASE PERDE A CABEÇA É A PRÓPRIA CONSTANTINE.
- A CAÇADA: CONTO SOBRE O JOVEM VASSILI E SUA BUSCA POR UMA JOVEM LOURA, QUE O LEVOU ATÉ OS DOMÍNIOS DO SENHOR DOS SONHOS.
- AGOSTO:CERTA VEZ, O IMPERADOR CAIO PASSOU UM DIA INTEIRO COMO MENDIGO AO LADO DE UM SEU AMIGO ANÃO, LÍCIO, ÚNICO ATOR QUE ELE NÃO PROIBIRA DE ATUAR. TUDO POR CAUSA DE UM SONHO QUE TEVE...
- REGIÕES ABSTRATAS:MARCO POLO UMA VEZ SE PERDEU NO DESERTO. UM DESERTO ONDE OS SONHOS MESCLAM-SE COM A REALIDADE E UMA VEZ DENTRO DELE, NÃO É MAIS POSSÍVEL SAIR. PARA SUA SORTE, ELE ENCONTROU O MESTRE DOS SONHOS QUANDO AINDA ACABARA DE SE LIBERTAR DE SEU CATIVEIRO. E TEVE HUMILDADE O SUFICIENTE PARA AJUDÁ-LO. EM RETRIBUIÇÃO, ELE ACABOU CONSEGUINDO SAIR DO DESERTO DE SONHOS, MUITO EMBORA JAMAIS FOSSE SE LEMBRAR DE SUAS AVENTURAS LÁ...
- ORPHEUS:O DIA DE CASAMENTO DE ORPHEUS, TRAGICAMENTE INTERROMPIDO DEVIDO À MORTE DAQUELA QUE SERIA SUA ESPOSA, EURÍDICE. INCONFORMADO COM A PERDA, O FILHO DE SONHO DESCEU ATÉ AS PROFUNDEZAS ABISSAIS PARA RESGATÁ-LA. O QUE SÓ FEZ AUMENTAR A SUA TRAGÉDIA...
- O PARLAMENTO DAS GRALHAS:OS BEBÊS TAMBÉM SONHAM. DANIEL, EM ESPECIAL, CONSEGUE ADENTRAR AO SONHAR E ENCONTRA EVA, CAIM, ABEL E O CORVO MATTHEW. CADA UM DELES LHE CONTA UMA HISTÓRIA... E UM SEGREDO.
- RAMADÃ:HARUN AL-RASHID ADORAVA SUA CIDADE, BAGDÁ, MAS SABIA QUE SUA BELEZA E PERFEIÇÃO NÃO DURARIAM PARA SEMPRE. ENTÃO, ELE FEZ UM PACTO COM O REI DO SONHAR...
- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* INTRODUÇÃO DE GENE WOLFE;
* BIOGRAFIAS ZOADAS DE NEIL GAIMAN, GENE WOLFE, KENT WILLIAMS, SHAWN, STAN WOCH, DICK GIORDANO, DUNCAN, VINCE LOCKE, BRYAN TALBOT, JOHN WATKISS, MARK BUCKINGHAM, JILL THOMPSON, P. CRAIG RUSSEL, DANNY VOZZO, LOVERN KINDZIERSKI, TODD KLEIN, KAREN BERGER, ALISA KWITNEY, SHELLY ROEBERG, BOB KAHAN E DAVE MCKEAN;
* NOTAS SOBRE AS 35 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO SEXTO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";
Uma história melhor que a outra nesse volume. Gosto da segunda, que conta a história do I Imperador dos EUA, baseada em fatos reais, segundo as referências. Muito boa. Ao lado dessa, Ramadã também é uma das minhas preferidas deste arco. E as histórias de Orpheus também têm suma importância nos arcos finais.
VOLUME 07: VIDAS BREVES
Sandman # 41-49









DELÍRIO ESTÁ COM SAUDADES DO IRMÃO DESTRUIÇÃO E PEDE AJUDA A DESEJO E DESESPERO PARA ENCONRTÁ-LO. COMO AMBAS SE NEGAM, ELA RECORRE A SONHO QUE, PARA ESQUECER SUA NOVA DECEPÇÃO AMOROSA, CONCORDA EM PARTIR NUMA BUSCA AO LADO DA IRMÃ. CONTUDO, NA MEDIDA EM QUE AVANÇAM PROCURANDO AS PESSOAS QUE PODERIAM SABER DE ALGO, TODAS ELAS ACABAM MORRENDO, DE UMA FORMA OU DE OUTRA.
INTRIGADO COM ISSO, SONHO, QUE A PRINCÍPIO ENCARAVA A BUSCA COMO UM MERA PASSATEMPO, SEM A REAL INTENÇÃO DE ENCONTRAR SEU IRMÃO, PASSA A DESEJAR VORAZMENTE A BUSCA POR RESPOSTAS. TANTO QUE RECORRE AO ÚNICO ORÁCULO QUE PODE SABER ALGO SOBRE OS PERPÉTUOS: SEU FILHO, ORPHEUS. NATURALMENTE QUE ORPHEUS NÃO ENTREGA O PARADEIRO DE DESTRUIÇÃO DE GRAÇA E SEU PAI FICA EM DÉBITO COM ELE. QUANDO FINALMENTE ENCONTRAM DESTRUIÇÃO, DESCOBREM QUE AS MORTES CAUSADAS FORAM FRUTO DE UM MECANISMO QUE ELE MESMO GERARA PARA IMPEDIR QUALQUER UM DE ENCONTRÁ-LO. DEPOIS DE UMA LONGA CONVERSA, DESTRUIÇÃO PARTE NOVAMENTE E DELÍRIO GANHA UM PRESENTE: O CACHORRO BARNABÉ. SONHO RETORNA A VER SEU FILHO PARA QUITAR SUA DÍVIDA E ACABA COM SUA VIDA. AO RETORNAR A SEU REINO, CONTUDO, ATÉ SEUS SERVOS PERCEBEM O QUANTO ELE ESTÁ MUDADO...
- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* INTRODUÇÃO (OU POSFÁCIO) DE PETER STRAUB;
* BIOGRAFIAS ZOADAS DE NEIL GAIMAN, RODNEY SPANDREL, FISGARD ROSEMARSH, RORY CHESS, BUTTON NELSON, DICK GIORDANO, PETER STRAUB, VICTORIA SUNSHINE, JILL THOMPSON, SHELLY ROEBERG, KAREN BERGER, MANDY THURIBLE, DAVE MCKEAN, VINCE LOCKE, DAEDALUS HOOPER, BOB KAHAN, FRANK PRIVETT, P.S. HOTTES, WOOLMER WHITE, TODD KLEIN, DANNY VOZZO E JEREMIAH JOHN MAHONEY;
* NOTAS SOBRE AS 29 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO SÉTIMO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";

Muito bom esse volume, um dos raros momentos em que vemos Destruição na série toda. Essas histórias sobre buscas quase sempre geram boas histórias. E a morte de Orpheus começa a levar a série para seu fim...
VOLUME 08: FIM DOS MUNDOS
Sandman # 51-56












BRANT TUCKER ESTAVA INDO PRA CHICAGO COM SUA AMIGA, CHARLENE MOONEY, QUANDO ACABOU BATENDO O CARRO. AMBOS FORAM COLHIDOS POR UMA TEMPESTADE E ACABARAM CHEGANDO NA ESTALAGEM DO FIM DOS MUNDOS, ONDE OUTROS SERES DE ÉPOCAS E DIMENSÕES INIMAGINÁVEIS ESTÃO NA MESMA SITUAÇÃO QUE ELES: VIAJANTES PEGOS PELA TORMENTA DE REALIDADES, SEM NADA PARA FAZER, A NÃO SER ESPERAR QUE ELA PASSE.E QUE COISA MELHOR PRA FAZER DO QUE CONTAR HISTÓRIAS? QUEM COMEÇA É GAHERIS, QUE NARRA A HISTÓRIA DE UM HOMEM QUE ACABOU ENTRANDO NO SONHO DE UMA CIDADE.
DEPOIS É CLURACAN, QUE CONTA COMO FOI QUE IMPEDIU QUE O SÁDICO LORDE CARNÍFICE DA CIDADE DE AURÉLIA CONSEGUISSE CONSOLIDAR SEU PODER AO TENTAR UNIR AS CIDADES DAS PLANÍCIES.
EM SEGUIDA É A VEZ DE JIM, QUE RELATA COMO SE FEZ PASSAR POR MENINO PARA TORNAR-SE UM MARUJO E VIVER GRANDES AVENTURAS PELO MAR. TAMBÉM FICAMOS SABENDO DA HISTÓRIA DE PREZ RICKARD E COMO FOI QUE ELE SE TORNOU O MAIOR PRESIDENTE DA HISTÓRIA DE UM DOS MUITOS ESTADOS UNIDOS DE REALIDADES PARALELAS.
POR FIM, É PETREFAX, UM HABITANTE DE UMA NECRÓPOLE, QUEM NARRA A MÓRBIDA HISTÓRIA DE SUA VIDA, ANTES QUE TODOS PRESENCIEM O FIM DA TORMENTA E UM GRANDIOSO FUNERAL EM CUJA COMITIVA PODEMOS IDENTIFICAR OS PERPÉTUOS.
DEPOIS DO FIM, OS VIAJANTES SEGUEM SEUS RUMOS, MAS CHARLENE NÃO VOLTA COM BRAT. ESTE CHEGA EM CHICAGO SOZINHO, COMO SE CHARLENE NUNCA TIVESSE EXISTIDO...
- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* INTRODUÇÃO DE STEPHEN KING;
* CARICATURAS DE GARY AMARO, DAVE MCKEAN, JOHN WATKISS, BRYAN TALBOT, NEIL GAIMAN, STEPHEN KING, MICHAEL ALLRED, MICHAEL ZULLI, DICK GIORDANO, VINCE LOCKE, TONY HARRIS, MARK BUCKINGHAM, SHELLY ROEBERG, BOB KAHAN, KAREN BERGER, STEVE LEIALOHA, TODD KLEIN, DANNY VOZZO, ANDROID IMAGES, LOVERN KINDZIERSKI;
* NOTAS SOBRE AS 26 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO OITAVO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";
Outro volume com histórias diversas, todas muito boas. Particularmente boa é uma história dentro de uma das histórias, sobre um Rei que foi traído pela esposa.

VOLUME 09: ENTES QUERIDOS
Sandman # 57-69














SANDMAN MATOU O PRÓPRIO FILHO. AINDA QUE ISSO TENHA OCORRIDO SEGUNDO SUA PRÓPRIA VONTADE, NÃO É UM ATO QUE AS FÚRIAS DEIXARIAM IMPUNE. A OPORTUNIDADE DE CAÇAR O REI SONHO E FAZÊ-LO PAGAR POR SEU CRIME SURGE QUANDO O PEQUENO DANIEL, FILHO DE HIPPOLYTA, DESAPARECE E É ENCONTRADO CARBONIZADO PELA POLÍCIA. JULGANDO QUE SONHO DEVE SER O RESPONSÁVEL, JÁ QUE ELE JUROU QUE UM DIA SEU FILHO SERIA DELE, LYTA VAI ATRÁS DAS FÚRIAS EM BUSCA DE VINGANÇA.
E É ESTA VINGANÇA QUE AS MOVE EM DIREÇÃO AO SONHAR, PARA DESTRUÍ-LO. HÁ AINDA OUTRAS FORÇAS EM MOVIMENTO, QUE TERÃO CRUCIAL IMPORTÂNCIA NOS MOMENTOS DECISIVOS. NUALA É LIBERTADA DO SONHAR E VOLTA A FAERIE, COM UM PINGENTE QUE LHE PERMITE CONVOCAR SONHO QUANDO QUISER, E ESTE LHE CONCEDERÁ UM DESEJO.
O ASTUTO LOKI ESTÁ À SOLTA E SANDMAN CRIA UM NOVO CORÍNTIO QUE, ALIADO AO CORVO MATTHEW, PARTE NUMA CRUZADA PARA ENCONTRAR DANIEL.DELÍRIO ESTÁ ATRÁS DE SEU CACHORRO, ROSE VOLTA À INGLATERRA A PEDIDO DE SUA AVÓ MORTA, LÚCIFER VIVE SUA VIDA NA TERRA, DESTINO VÊ A SI MESMO EM SEU JARDIM E LARISSA PROTEGE LYTA PARA QUE SONHO NÃO POSSA MATÁ-LA E ACABAR COM A FÚRIA DAS TRÊS IRMÂS.QUANDO TUDO CONVERGIR E AS PONTAS SOLTAS DA SÉRIE FOREM AMARRADAS, O PRÓPRIO SONHO MORRERÁ...
- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* INTRODUÇÃO DE FRANK MCCONNELL;
* POSFÁCIO DE NEIL GAIMAN;
* ÁLBUM DE FOTOGRAFIAS DOS AUTORES;
* NOTAS SOBRE AS 45 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO NONO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";
Um dos melhores da série. É estranho ver Sandman, o astuto mestre dos sonhos, sem saber o que fazer. Mas percebemos a evolução de seu caráter, se é que isso é possível, no decorrer de toda a série. E o final é emocionante. Foda que o cara da introdução já conta de início que Morpheus morre no final. Pra quem nunca tinha lido, como eu, é meio frustrante.

VOLUME 10: DESPERTAR
Sandman # 70-75
MORPHEUS ESTÁ MORTO. HÁ UM NOVO SONHO DOS PERPÉTUOS NO SONHAR, QUE CARREGA MUITO DA ESSÊNCIA DO VELHO SONHO, MAS AINDA ASSIM, ELE ESTÁ MORTO. E ENQUANTO SEU SUCESSOR RECONSTRÓI O SONHAR, A FAMÍLIA E AMIGOS DE MORPHEUS, BEM COMO TODOS OS SONHADORES, VÊM PRESTAR SUAS ÚLTIMAS HOMENAGENS DURANTE O VELÓRIO E O FUNERAL DAQUELE QUE ERA UM AMIGO, UM INIMIGO VALOROSO, UM AMANTE INCROMPREENDIDO OU UM TOLO ARROGANTE.
NA SEQUÊNCIA FICAMOS SABENDO DO PARADEIRO ATUAL DE ROBERT GADLING, O HOMEM QUE CONTINUA SE RECUSANDO A MORRER; ACOMPANHAMOS A TRAJETÓRIA DE UM SÁBIO EXILADO QUE ACABA INDO PARAR NO DESERTO DO SONHAR; E FINALMENTE VEMOS WILLIAM SHAKEASPERE PRODUZIR A ÚLTIMA PEÇA DE SUA VIDA, PARTE DA BARGANHA QUE HAVIA FEITO ANOS ATRÁS COM LORDE MORPHEUS.
- INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
* INTRODUÇÃO DE MIKAL GILMORE;
* RETRATOS DESENHADOS DOS AUTORES;
* NOTAS SOBRE AS 31 REFERÊNCIAS PLANTADAS NO ÚLTIMO VOLUME DE HISTÓRIAS DE "SANDMAN";
O penúltimo volume amarrou praticamente todas as pontas soltas da série e este aqui trata de amarrar as últimas. Vemos o novo Sonho de relance, não que isso tenha grande importância. Mas a série se despede num tom que acaba deixando saudade para quem acampanhou-a religiosamente durante todas as 75 edições.
Há ainda alguns especiais muito bons da série, como o "Noites sem Fim", com uma história de cada Perpétuo, e outros especiais da Morte que valem muito a pena. Claro que a maioria vale mais a pena pela história... a arte, em vários momentos, deixa um pouco a desejar.
Desde o começo, Gaiman enfatiza na série toda a importância dos sonhos. Procurei me lembrar disso quando estava escrevendo a CRISE NOS SUPER-HERÓIS BRASILEIROS, que vocês conferem no site da Quadrinhópole.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Clássicos do Mega Drive: Kid Chameleon

Ah, saudosa época de estudar de manhã, sair correndo pra casa, engolir o almoço e ficar a tarde inteira se matando de jogar Mega Drive. Chegar no outro dia e conversar com os amigos "na hora do recreio" sobre os Fatalities do Mortal Kombat ou os truques do Sonic 2. Hah, só com esse primeiro parágrafo já devo ter despertado a nostalgia de alguns dos meus colegas.
Pois bem, um dos jogos nos quais eu era mais viciado nessa época foi o Kid Chameleon!

















Certamente o jogo mais cumprido do MD, arrancou os cabelos da moçada com suas mais de 100 fases, uma mais bem bolada que a outra. No jogo, você controla o Kid, esse pirralho aí em cima do skate, e pega umas máscaras com as quais acaba se transformando em outros 9 personagens, cada qual com sua própria habilidade, logicamente necessárias para se passar para a próxima fase. Relembremos quem eram eles:

Red Stealth: um ninja, sendo o mais ágil de todos, e armado com uma espada.
Iron Knight: um cavaleiro que escalava as paredes.
Berzerker: um carinha com armadura de rinoceronte que quebrava paredes.
Maniaxe: um cara com máscara do Jason que atirava machados.
Juggernaut: um tanque que atirava crânios.
Micromax: uma mosquinha que quicava nas paredes.
Eyeclops: um cara futurista que descobria blocos escondidos.
Cyclone: outro cara futurista, que voava em forma de ciclone.
Sky Cutter: um skatista que podia virar de ponta-cabeça.

Cada um deles podia também usar a força dos cristais, que acabavam dando vidas extras, energia extra, invencibilidade temporária, ataque aos inimigos e várias outras coisas. Mas o engraçado é que, na época, pouca gente sabia para que serviam os ditos cristais, já que para acioná-los, você precisava apertar A+Start. E quem iria pensar numa coisa dessas?
O jogo tinha quatro partes. Você passava uma porrada de fases, e aí vinha o chefe, sendo um total de 4 chefes no jogo todo. Eles eram bizarros: Os três primeiros eram cabeças gigantes flutuantes que lhe cuspiam magia. E o último era uma cabeça com uns 24 olhos que cuspiam outras cabeças pequenas. Doideira.
Mas o legal era explorar as fases, descobrir seus segredos e caminhos alternativos. O jogo é infestado de coisas desse tipo, e isso que o torna tão divertido.
Depois de zerá-lo infinitas vezes, cheguei a bolar um "manual" com informações completadas sobre o jogo. Quem tiver curiosidade de ver, está disponível no site da Quadrinhópole, área de downloads.
E para os fãs do MD, que não sobrevivem sem um emulador no PC, recomendo fortemente a comunidade do Mega no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=54473
Toda semana rola "O Clássico da Semana", onde o pessoal joga algum jogo saudoso como este, competindo pra ver quem consegue mais pontos, só de curtição. Tá bom, bem coisa de quem não tem o que fazer, hehehehe, mas e daí? A vida não é só trabalho, né?
Ah, pudera voltar aos 12 anos de idade e ficar por lá...
Enfim, quem quiser apreciar um guia completo do jogo, deixei disponível no meu outro blog: http://venomelo.wordpress.com. Divirtam-se!

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Homenagem a Claudio Seto

Ano passado, faleceu Claudio Seto, um dos grandes mestres do quadrinho nacional. Fundador da Grafipar, Seto emprestou seu famoso personagem "O Samurai" no HQ MIX do ano passado, troféu este que a Quadrinhópole teve a honra de receber.

Este final de semana, nova homenagem ao mestre: o Centro Cultural Japonês Tomodachi, aqui em Curitiba, inaugurou a "Sala Claudio Seto", na qual uma exposição com obras originais do homenageado estarão expostas até o dia 15/02.

A exposição também inaugura a Primeira Semana de Cultura Pop Japonesa, que conta com várias palestras falando sobre animés, mangás, fanzines, etc.

Para mais informações:

http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/blog/sobretudo/?id=846669



sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Watchmen vem aí, e salve-se quem puder...





















Com o recente fim da disputa judicial entre a Warner e a Fox pelos direitos do filme que adapta a HQ de Alan Moore e Dave Gibbons, os fãs dos quadrinhos desesperam-se de vez. Ao menos, aqueles mais ferrenhos defensores de que Watchmen jamais deveria ser adaptada para o cinema. Eu não costumo ser muito xiita. Das adaptações feitas com as obras do Alan Moore, gostei de Do Inferno, apesar de, claro, a HQ ser infinitamente superior. Também gostei de V de Vingança, apesar do romancezinho idiota entre o V e a Evey, a essência da obra estava toda lá, o mais fiel possível. Gostei até da Liga Extraordinária, pelo amor de Deus! Tá... talvez "gostei" seja uma palavra exagera, mas enfim... voltemos a Watchmen.Considerada por muitos a HQ definitiva sobre super-heróis, frequentemente aparece no topo da lista de melhores quadrinhos de todos os tempos, fruto de incontáveis estudos em cima da obra, dissecada de todas as formas. E por isso mesmo, considerado "território sagrado". Não vou me extender demais falando da obra pra quem, como eu, já deve ter lido uma meia dúzia de vezes, pelo menos. Mas acho importante que, quem nunca a viu e vá ao cinema só pra ver um filme divertido e com efeitos especiais muito legais, saiba do que estamos falando. Watchmen foi lançada originalmente na forma de uma mini-série em 12 edições e conta a história de alguns super-heróis "da vida real". À exceção do Dr. Manhattan, que sofreu um estranho acidente, nenhum dos heróis da série têm superpoderes. Cada um tem a sua motivação própria para se vestir de ridículo e sair por aí combatendo o crime. A história se passa na Guerra Fria e conta com duas gerações de vigilantes. Mas esse negócio de super-herói é apenas pano de fundo para algo muito maior, difícil até de explicar nessas poucas linhas. Quem nunca leu a obra, recomenda-se fortemente que vá atrás da mesma ANTES de ir pro cinema, quando sua opinião será contaminhada pelos holofotes hollywoodianos. Bem, nem preciso dizer que, desta vez, jogo no time dos xiitas. A complexidade de Watchmen jamais caberia em pouco mais de 2 horas... a meu ver, o filme estará mais ou menos no mesmo nível de V de Vingança: no máximo, "legal", mas muito aquém da obra original.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Novo Nerd Indica no Ar

Em sua terceira edição, o Nerd Indica fala sobre o Quarto Mundo.
Confira:

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Homem-Aranha 4, a grande questão...




















Recentemente, Sam Raimi, diretor dos primeiros três filme do Aranha, divulgou que um de seus vilões favoritos para o próximo filme seria Morbius, o vampiro vivo. Para quem não conhece a história, Morbius era um cientista ganhador do prêmio nobel que, para tentar se curar de uma doença rara, fez um soro com extratos de morcego. O soro deu certo, mas acabou lhe transformando num verdadeiro vampiro. Em sua primeira aparição, Morbius enfrentou o Aranha num momento em que ele tentava se livrar de seus poderes e acabou ganho quatro braços extras. Para completar, Curt Connors voltava a ceder seu lado negro e um atrapalhado aracnídeo tinha de lidar com o problema de seus novos braços e ainda por cima enfrentar os dois vilões.














Ah, bons tempos de boas histórias. Penso que seria legal ter um filme adaptando essa história, mas se querem saber minha opinião, a nova trilogia deveria ser focada no Sexteto Sinistro, tal como a primeira foi focada no Duende Verde. "Mas como assim... 6 vilões num mesmo filme? Você bebeu?". Calma, pequeno gafanhoto, que eu explico.

Dois dos vilões clássicos do Sexteto ainda não foram explorados: Electro e Mysterio. Poderiam ser utilizados em Homem-Aranha 4, numa trama que incriminasse o herói de algum roubo ou algo similar. Premissa clássica nas HQs, mas que não foi de todo utilizada no cinema. Este filme giraria em torno disso e o herói teria a polícia na sua cola durante o filme todo.

No 5, outra premissa clássica: Guerra de Gangues. De um lado, poderíamos ter a Gangue do Cabeça de Martelo, utilizando o Abutre como principal mercenário, e do outro, a Gangue do Rosa ou qualquer outro que utilizasse um misterioso Duende Macabro como aliado. No meio, claro, o Aranha tentando impedir que os bandidos se matassem e tentando salvar os inocentes. Tal como na HQ, a identidade do Duende ficaria incerta até o final do filme. Poderia-se criar um mistério acerca de Ned Leeds, Flash Thompson, Roderick Kingsley e até mesmo cogitar que seria um dos Osborn, revivido.

Por fim, o sexto filme traria de volta os vilões dos filmes anteriores. Octopus teria sobrevivido, com amnésia, e reuniria Electro, Mysterio, Abutre, Duende Macabro e o Homem-Areia, regenerado, seria forçado a colabroar. Premissa básica da história que saiu por aqui em "Homem-Aranha Anual # 3", lembram-se?















Seria demais ver um filme assim na telona, hein? Bom, a gente pode sonhar, pelo menos...

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

O Conde de Monte Cristo

### ATENÇÃO, ESSE BLOG FOI DESATIVADO. PARA VISUALIZAR ESTE POST NO NOVO BLOG CLIQUE NO LINK ABAIXO ###

http://quadrinhopole.wordpress.com/2009/01/12/o-conde-de-monte-cristo/

Como muitos de minha geração, meu primeiro contato com este clássico de Alexandre Dumas foi com o filme de 2002, estrelado por Jim Caviezel e Guy Pearce. Um bom filme de aventura, que me motivou a ir atrás do livro original.

Valha-me Deus, mais de 800 páginas de leitura... mas vale a pena conhecer a obra tão cheia de detalhes. Não satisfeito, fui ainda atrás das diferentes versões adaptadas para o cinema. O filme de 2002 foi a terceira versão, e a mais diferente de todas. Mas comecemos do começo... e, claro, contém spoiliers.

O Livro




















Para quem não conhece a história, nosso protagonista é Edmond Dantés, jovem marinheiro do Faraon, que em uma das viagens, assistiu à morte de seu Capitão. Este, que havia atracado na Ilha de Elba para pegar uma carta de Napoleão, incumbe Dantés, seu único marinheiro de confiança, a tal da carta, fazendo ele jurar que não a lerá e que esperará pelo Sr. Noirtier procurá-lo para entregá-la, sem revelar nada a ninguém.

Como homem honrado que é, Dantés jura fazer cumprir o último desejo de seu capitão, sem saber que este juramento será sua ruína. Ao regressar a Marselha, Dantés é nomeado Capitão do Faraon pelo seu chefe, o Sr. Morrel. Danglars, o invejoso imediato, logo associa-se a Fernand Mondego, primo da jovem Mercedes que é noiva de Edmond. Mondego cobiçava a mão de Mercedes e por isso, elabora um plano junto com Danglars para tirar seu rival do caminho. O plano é tramado numa mesa de bar, junto ao enigmático Caderousse, que embora também tivesse inveja de Edmond, não toma parte da trama e fica bêbado enquanto Danglars escreve uma carta denunciando o "traidor" Edmond Dantés. E quem a entrega não poderia ser outro a não ser Mondego.

E aí entra outro personagem em cena, o Sr. Villefort, o Procurador-Régio que toma conhecimento da denúncia e manda prender Edmond. Ao interrogá-lo, logo vê que não há nenhum traidor ali, apenas um homem ingênuo que fora enganado. Ele iria libertá-lo, não fosse Edmond contar a quem a carta de Napoleão era endereçada. Ele não sabia, então, que Noirtier era pai de Villefort. Para proteger o pai e a si mesmo, o Procurador-Régio manda prender Dantés no Chateau d'If.

Napoleão conseguiria regressar mesmo assim, não por muito tempo, como sabemos. Villefort acaba se tornando Procurador-Régio em Paris. Mercedes é noticiada com a morte de Edmond e, quando Fernand volta da guerra, casa-se com ele e também muda-se para Paris. Eles têm um filho, Albert, e Fernand acaba se tornando o Conde Morceff. Danlgars se torna um bem-sucedido banqueiro da sociedade Parisiense, com o título de Barão. Caderousse vive com sua esposa na miséria e o Sr. Morrel também vai de mal a pior.

Enquanto tudo isso se desenrola, Dantés passa os dias na prisão, sem saber que crime cometeu. Depois de 10 anos, um prisioneiro da cela ao lado, que tentava cavar um túnel para a liberdade, acaba chegando à sua cela. É o Abade Faria, que vem num momento oportuno, já que Edmond tentava se matar de fome. Os dois logo se tornam amigos e começam a cavar juntos o túnel para a liberdade, enquanto o Abade ensina Edmond tudo o que sabe. Conhecimentos de Química, Medicina, Economia, Línguas Estrangeiras, é tudo passado a Edmond enquanto floresce a amizade dos dois homens. E é o abade quem ajuda Edmond a descobrir o porquê dele estar preso. Edmond, então, jura vingança àqueles que o traíram: Villefort, Danglars e Mondego.

Passam-se 14 anos na prisão. É quando o Abade Faria tem um ataque fulminante que o paralisa quase por completo. Apesar da fuga que os dois planejaram já estar pronta, Edmond promete ficar ao lado do amigo até ele morrer. Essa dedicação comove o pobre padre, que lhe revela o segredo do Tesouro de Spada, para quem trabalhara, enterrado na Ilha de Monte Cristo. No livro, temos todos os detalhes acerca da origem do tal tesouro, que tem papel fundamental na vingança de Dantés.

Pois bem, outro ataque vitima o Abade, que morre em sua cela. Edmond, então, tem a idéia de tomar-lhe o lugar, esperar que o enterrem e, então, cavar na terra para a liberdade. O que ele não contava é que não havia cemitério no Chateu d'If. Os corpos eram simplesmente arremessados ao mar. Apesar disso, Edmond consegue se libertar e, exímio marinheiro que era, chega em terra firme numa noite de tempestade.

Nessa mesma noite naufraga um navio nos rochedos. Na manhã seguinte, Edmond pede ajuda a um navio de traficantes que passava, e os convence de que é o único sobrevivente do barco naufragado. Ele junta-se a eles e demora um bom tempo até conseguir ficar sozinho e ir à Ilha de Monte Cristo. Uma vez lá, utiliza as informações decoradas pelo mapa que o Abade decifrou para descobrir uma gruta escondida. E lá encontra uma considerável fortuna.

Ele a usa para comprar a ilha e torna-se, então, o Conde de Monte Cristo. Mas assume também outras identidades, que lhe servem a outros propósitos. Uma é a do Abade Busoni, outra é de Lorde Wilmore e outra, ainda, a de Simbad, o Marinheiro.

Mais que um homem em busca de vingança, Edmond torna-se a própria Providência. Primeiro, visita Caderousse sob identidade do Abade Busoni, quem lhe conta a história toda sobre seus traidores e o destino dos mesmos. Percebendo que este não lhe pretendia mal, lhe dá um diamante para que saia da miséria. Em seguida, visita Morrel sob a identidade do Lorde Wilmore, e confere-lhe fortuna que lhe salva da falência.

Depois de recompensar os justos, vai, então, atrás de um meio de infiltrar-se na sociedade parisiense. Ele usa seus contatos com um criminoso chamado Luigi Vampa para sequestrar Albert de Morceff e depois o salva facilmente. Albert, então, convida-o a visitá-lo. Dentro de 3 meses, então, o Conde chega a Paris e há toda uma gama de personagens secundários cujas histórias entrelaçam-se de uma forma muito bem amarrada.

Não por acaso, ele compra uma certa casa nos Campos Elísios, casa esta que em outros tempos vivia Mademoiselle Danglars, atual esposa do Barão. Ninguém sabia que ela e Villefort tinham um caso e acabaram tendo um filho bastardo. Villefort tentou enterrar o bebê vivo, mas foi apunhalado por um homem chamado Bertuccio, o qual jurara-lhe vingança devido ao Procurador-Régio não ter feito nada para vingar seu irmão. Bertuccio era, agora, o principal secretário do Conde. Depois de acreditar que Villefort estava morto, Bertuccio desenterrou a criança e adotou-a, dando-lhe o nome de Benedetto. Mas o pivete era infernal, tornou-se um criminoso e desapareceu por anos.

Ninguém sabia disso e Villefort também acabou casando-se e tendo um filho, Edouard, e uma filha, Valentine, que deveria casar-se com Franz de Epinay, amigo de Albert. Este, por sua vez, deveria casar-se com a filha de Danlgars. Noirtier ainda vivia, mas fulminado por um ataque, estava paralítico e comunicava-se apenas com os olhos.

Pouco a pouco, e com muita sutileza, o Conde vai colocando as peças no tabuleiro que conduzirão à sua vingança. A coisa toda vai acontecendo muito lenta e paralelamente, mas no fim, o que ocorre é o seguinte:

O Conde encontra Benedetto e faz ele se passar por um príncipe chamado Andrea Cavalcanti, que também se infiltra em Paris e corteja a filha de Danlgars, livrando Albert de um casamento que ele não desejava. Isso e mais o fato dele ter salvado a sua vida, fazem de Albert e do Conde grandes amigos.

Caderousse, entretanto, conhecia Benedetto da prisão - ele matara o joalheiro para quem tentaria vender o diamante para tentar duplicar sua fortuna e se deu mal - e tentava extorquir-lhe agora que estava bem. Força-o, então, a tentar ajudá-lo a roubar a casa do Conde. Ele aceita, apenas para tentar se livrar de Caderousse de vez, avisando o Conde por meio de uma carta anônima. O Conde, cansado de dar segundas chances a Cadeorousse (também foi ele quem o libertara da prisão) deixa-o ir, sabendo que Benedetto irá matá-lo. E assim o faz.

No momento em que se consumiria o casamento da filha de Danglars com Andrea, a polícia vem prendê-lo. Isso aumenta o desgosto de Danglars, que já vinha se encontrando em ruína graças a mais algumas maquinações do Conde.

Numa conversa com a Sra. Villefort, o Conde lhe explica algumas propriedades de um veneno que age sem deixar vestígios. Esta usa este conhecimento para matar os avós de Valentine e tentar matar a própria, afim de que a herança do velho Noirtier ficasse com seu filho Edouard. O que ninguém, nem Monte Cristo sabia, era que Valentine era apaixonada por Maximilen, filho de Morrel. É o velho Noirtier quem ajuda ela a se livrar do casamento com Franz, ao revelar que ele matara o pai do mesmo anos antes. Ao saber deste amor proibido, o Conde intervém e forja a morte de Valentine.

Mondego é o primeiro a sentir a vingança do Conde ser consumada. Ele, que anos antes, traíra seu anfitrião Ali-Pax na guerra, para ocupar Janina e vender sua mulher e filha como escravas, acaba vendo sua desonra publicada em jornal. Graças, novamente, é claro, às manipulações do Conde, que incentivara Danglars a investigar o passado do pai daquele que seria seu futuro genro. Ao descobrir isso, Albert fica furioso e desafia o Conde a um duelo. Mercedes, que há muito reconhecera Edmond Dantés na pele do Conde de Monte Cristo, implora pela vida de seu filho. Dantés percebe então que só há uma maneira: perder o duelo.

Mas este não se realiza quando Mercedes conta ao filho toda a história de Dantés. Ele, que julgava-se perdido e com os planos arruinados, sobrevive para ver a ruína de seu velho rival. Fernand já estava preparado para o que viria, e ao apresentar-se à corte, mostra provas que eximem-no da traição. Entretanto, a filha de Ali-Pax, Haydée, que havia sido comprada pelo Conde, surge na corte e apresenta seu testemunho, fazendo Mondego cair em desgraça. Este, por sua vez, vai pedir satisfação ao Conde, que finalmente lhe revela quem é. Estupefato, Mondego se retira sem nem mesmo duelar, e comete suicídio.

Em seguida, é a vez de Villefort, que descobre a assassina em sua casa e, para evitar um escândalo sobre si, oferece-lhe a chance de fazer a justiça por si mesma, tomando ela própria o seu veneno, enquanto ele vai ao tribunal cuidar do caso Benedetto. Lá chegando, Villefort é surpreendido quando Andrea, prevenido pelo Abade Busoni, revela ser seu filho bastardo há muito tempo perdido. Horrorizado e sem forças, Villefort regressa à sua casa disposto a perdoar sua mulher e fugir com ela e com o filho pequeno. Mas ele chega lá e encontra ambos mortos. Edmond se revela, e Villefort enlouquece.

Por fim, é a vez de Danglars. Arruinado, abandonara a mulher e correra para Roma com um recibo do Conde, que valia cerca de 5 milhões de francos na Casa Thomson & Trench. Depois de pegar a ordem de pagamento, entretanto, Danglars é sequestrado pela gangue de Luigi Vampa que, claro, trabalhava para o Conde. Por dias, Danglars fica preso numa cela e tem de pagar quantias absurdas para comer. Só depois de muito sofrer é que Dantés se revela e pergunta a ele se está arrependido do que fez. Danglars diz que está e Edmond o perdoa, deixando-o viver com o pouco de dinheiro que lhe resta.

No fim, Albert assume o nome de solteira de sua mãe e alista-se ao exército para expiar os pecados do pai. Mercedes regressa a Marselha, onde já não quer saber do amor de Edmond. A este, não lhe resta nada, apenas restituir a Morrel seu grande amor, Valentine, que ele julgava morta.

Deixa-lhes, então, a fortuna, para que vivam felizes junto ao avô Noirtier, e parte com Haydée para destino ignorado...


O Filme de 1934









Se você viu o filme "V de Vingança", deve se lembrar de algumas cenas da primeira tentativa de levar "O Conde de Monte Cristo" ao cinema. Bem fiel ao livro, o filme começa nos mostrando algo que a literatura não mostra: a morte do Capitão do Faraon e como Danglars descobriu que Dantés possuía a tal carta incriminadora. Tudo o mais, então, transcorre-se quase igual, embora, claro, alguns personagens sejam omitidos.

Mondego denuncia pessoalmente Dantés a Villefort, que manda chamá-lo em sua festa de noivado, como acontece no livro. Diante do gabinete do Procurador-Régio, Dantés se vê cara a cara com Mondego, e também com Danglars, que é chamado para testemunhar. Tudo, claro, uma conspiração dos três para afastar Dantés. Aqui, desde o coméco nosso protagonista percebe a quem sua vingança lhe será dirigida.

Edmond vai para a prisão, encontra o Abade e tudo o mais transcorre como no livro, exceto a morte deste último que, ao invés de sofrer um derrame, é soterrado pelos entulhos do túnel que eles cavavam.

Depois de encontrar o tesouro, o Conde logo livra Albert de ser sequestrado por Vampa e infiltra-se em Paris.

Aqui, Mondego também é o primeiro. O Conde dá uma festa e, nela, torna pública a traição do mesmo na guerra, e Haydée o ajuda. Depois, inconformado, vai ter com o Conde, e eles duelam. Este o vence facilmente, mas não o mata. Mondego acaba suicidando-se para não ter que enfrentar seu destino.

Albert vai tirar satisfações com seu amigo, como no livro. Mercedes implora pela vida de seu filho, mas o duelo se realiza. Entretanto, ambos erram os tiros propositadamente.

Em seguida, é Danglars que, arruinado, encara a face de Dantés e enlouquece. Por fim, é a vez de Villefort. A essa altura, a identidade do Conde tornou-se pública e o Procurador manda prendê-lo. Mas, preparado, o Conde vira o jogo contra ele, reunindo provas de que o traidor é Villefort, e não ele. Subentende-se, então, que este acaba preso.

Como Hollywood precisa de um final feliz, aqui Edmond acaba ficando com Mercedes no final.


O Filme de 1975











Bastante parecido som seu predecessor, mas traz ainda mais detalhes do livro. Começa exatamente onde o livro começa, ou seja, com o navio atracando em Marselha. Daí segue-se a mesma história que conhecemos, e o Abade Faria morre como no livro.

Pula-se, entretanto, a história do sequestro e vai-se direto a Paris, onde conhecemos o que aconteceu com cada personagem. Diferente das outras duas adaptações, aqui temos também Caderousse como um dos traidores, vemos o velho Noirtier imobilizado em sua cama, e temos Benedetto se passando por Andrea Cavalcanti.

O primeiro é Caderousse. Depois de introduzir Andrea em Paris e torná-lo conhecido, o Conde faz ele encontrar seu velho companheiro traidor, Caderousse, e os dois se embatem num duelo. Caderousse leva a pior, claro, e Andrea é preso.

Em seguida, Danglars, que é arruinado como no livro e, para não enfrentar as consequências, é ele quem acaba se suicidando desta vez.

O terceiro é Villefort, que, também como no livro, vai ao tribunal exigir a cabeça de Benedetto e acaba tendo a verdade sobre o filho bastardo revelada. Villefort enlouquece.

Aqui também temos (ou melhor, não temos) o duelo do Conde e de Albert, antes do confronto final com Mondego.

Este, então, fica por último, quando, depois de enfrentar a corte e o testemunho de Haydée, embate-se num duelo com o Conde e acaba preso.

Dantés vai, então, atrás de Mercedes, mas, também tal como no livro, ela regressa a Marselha e Albert vai para o exército. Ela apenas não fica na França, parte para a África para ficar junto de seu filho, ao passo que o Conde acaba ficando sozinho.


O Filme de 2002




















Aqui temos a mais diferente das três versões cinematográficas e por isso mesmo, talvez a melhor. No começo, vemos com detalhes algo até então ignorado, que era a parada na ilha de Elba. Fernand e Edmond, ao contrário das versões anteriores, são tratados como amigos, embora Fernand tenha inveja do mesmo. Ademais, tudo segue praticamente a mesma linha... Fernand, Danglars e Villefort são os traidores e Edmond é confinado ao Chateau d'If. Este acaba ganhando um carcereiro cruel, que é o primeiro a sentir a vingança de Edmond.

O Abade Faria volta a morrer soterrado e voltamos a ter a história do sequestro, embora ligeiramente diferente das versões anteriores. Vemos pela primeira vez o Carnaval em Roma, tratado exaustivamente no livro, e os destinos das personagens tomam rumos diferentes.

Noirtier aqui se chama Clarion, que é assassinado por Mondego a mando de Villefort.

Danlgars cai numa armadilha perpretada pelo Conde e acaba morto e Villefort se vê forçado a confessar o crime e acaba preso.

Novamente, Mondego fica para o final. Outra novidade do filme é que Albert é revelado como filho de Edmond, e não de Fernand. Os dois antagonistas embatem-se num duelo e, pela primeira vez, Mondego acaba morrendo pela espada do Conde.

Por fim, o final feliz de Hollywood: Dantés fica com a mulher e filho e todos vivem felizes para sempre.


O Quadrinho





















Para fechar, a versão que não poderia faltar num blog que nasceu das HQs. O terceiro volume da série "Classics Illustred", publicado pela Editora Abril, traz a adaptação do livro original. Depois de falar de tantas versões diferentes, esta aqui traz poucas novidades. É, bem na verdade, um resumo do próprio livro. Começamos com Dantés na prisão e vamos, pouco a pouco, decifrando sua história. Praticamente tudo acontece exatamente como no livro aqui... o suicídio de Mondego, o envenenamento na casa de Villefort e sua consequente loucura depois de saber do filho bastardo, a ruína e a prisão de Danglars, e o final com Morrel e Valentine olhando o Conde ir embora com Haydée.


Ufa. Deu mais trabalho do que eu imaginava fazer esses resumos, mas taí, a história do Conde de Monte Cristo em suas diferentes versões, para quem quiser apreciar.

Punisher: War Zone













A melhor adaptação do Justiceiro para o cinema ainda está longe de ser um filme bom. Não admira que siga os passos de seu predecessor e saia direto em DVD. É incrível. O vigilante matador de bandidos era para ser o personagem mais fácil de ser adaptado, mas parece que se tornou o mais difícil. Devido aos outros inúmeros filmes do gênero existentes hoje em dia, talvez? Quem sabe. Ao menos desta vez parece que houve um esforço maior em fazer do protagonista o mais fiel possível aos quadrinhos. E aí é onde reside os pontos bons do filme. Vamos a eles, então.
Punisher: War Zone (ou Justiceiro: Zona de Guerra, como deve ser traduzido por aqui) segue a mesma idéia do Hulk do Edward Norton: descarta o filme anterior, não fala praticamente nada da origem nesse filme e vai direto ao que interessa. Por mais estranho que pareça, isso foi um acerto da produção. A origem é contada em rápidos flashbacks da memória de Castle, como acontece nos quadrinhos. Nada mais justo, afinal, nunca vimos mesmo como aconteceu o massacre no Central Park, a não ser quando o Justiceiro se lembra ou algum outro personagem comenta. E além do mais, quem se importa? O que se quer ver num filme do Justiceiro é ele correndo atrás dos bandidos e matando todo mundo, certo?
Ainda sobre a origem, pela primeira vez reproduziram-na de forma fiel: Frank era um veterano das forças armadas que foi fazer um piquenique no Central Park com a família e eles acabaram presenciando uma execução da máfia. Os bandidos atiraram contra eles, só Frank sobreviveu e jurou... ah, o resto vocês já sabem.
Ponto também para o visual... tanto do Justiceiro quanto de seu antagonista, Retalho, já grande conhecido nas HQs. Nisso, o anti-herói está igualzinho às HQs... visual sombrio, mente perturbada, obsessão com a guerra ao extremo. E o Retalho ficou perfeito, sua aparência disforme que provocam nojo só de olhar. O Micro, fiel parceiro de Castle, também está lá, saído do gibi.
Para fechar os pontos bons, duas cenas: a da origem de Retalho, na qual deram uma boa exagerada com relação à origem dos quadrinhos, mas enfatiza o lado cruel do Justiceiro, que todos adoram ver, e a cena do impasse final, em que Frank tem que escolher se atira numa mulher e filha ou no Micro. Não vou contar como ele resolve o impasse pra não estragar a surpresa, mas achei a melhor cena do filme.
Pô, mas com tudo isso, o filme ainda é ruim, Bátimã? É. Bem, os diálogos são sofríveis, mas até aí, novamente... quem se importa? Só que Retalho e seu irmão, que compôem os vilões do filme, estão caricatos demais... não convecem como vilões de verdade. Tirando essa última cena mencionada, o filme não provoca nenhuma grande emoção, do começo ao fim. E a última cena deixa os fãs com vergonha de tão idiota.
Tá, mas e as lutas, e o sangue, e a carnificina? Estão lá, sim... mas são tão mal feitas que parecem produzidas para um Filme B. Talvez fosse essa mesmo a intenção, mas para um filme do Justiceiro, poderiam ter feito algo melhor, né? Sinceramente, esperava mais.
O primeiro Justiceiro, com Dolph Lundgren, não tinha nada a ver com o personagem. O novo, com Thomas Jane, pegou o fio da meada, mas deu uma descaracterizada... e as cenas de humor e os personagens engraçadinhos, a meu ver, estragaram o filme. Sem falar que John Travolta estava ridículo como vilão, mas o que valia o filme eram as referências aos quadrinhos.
Neste, eles acertaram o clima, foram mais fiéis ao personagem, mas a história continua fraquinha e cheia de falhas no roteiro. Exemplo: no começo da última sequência de ação, uns bandidos que estão do lado do Justiceiro entram no covil do Retalho, de boa, abrem as malas e começam a distribuir armas entre eles, e ninguém fala nada... a gangue do Retalho fica só olhando. De repente, começam a atirar e só então, a gangue do Retalho revida. Bandidos bonzinhos esses, né?
Bem, vamos esperar... quem sabe um dia, eles acertam. Penso que num próximo filme, seria o ideal ver o Castle na prisão, como aquela saga do Justiceiro Negro, hein?

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Scans: A Polêmica

Com a inclusão da internet em nossas vidas, a pirataria elevou-se a um novo nível. Álbuns completos de músicas podem ser encontrados e baixados facilmente em MP3. Filmes que ainda nem saíram no cinema já estão disponíveis para dowload, com legendas prontas. Seriados, jogos, programas... praticamente não há o que você não encontre na rede. Com os quadrinhos, não é diferente.
Os quadrinhos digitalizados, apelidados de "scans", proliferam pelos sites e blogs para serem baixados, numa velocidade espantosa. Há quem defenda que não se trata de pirataria, uma vez que não se ganha dinheiro com isso, mas sim, de divulgação. É justamente aí que reside a polêmica.
Por um lado, temos acesso às HQs de todo o mundo em poucos cliques. Material que possivelmente nunca seria publicado aqui está disponível para qualquer um que tiver paciência de ler no computador (eu, particularmente, detesto). E, tendo em vista que as pequenas editoras mal conseguem se manter no mercado - vide exemplo da Pandora, da Brainstore, da Opera Graphica, e até das dificuldades da Pixel, mesmo incorporada à gigante Ediouro - será que é tão injusto assim recorrer aos scans para ler material de qualidade (já que o que é publicado atualmente é duro de engolir), pois sabe-se lá Deus quando vamos ter a oportunidade de ver uma revista ou um encadernado com essas histórias?
Peguemos como exemplo a série Preacher, de Garth Ennis... exemplo clássico. A série terminou em Outubro de 2000 nos EUA. Aqui, passou pela Metal Pesado, depois a Brainstore assumiu e acabou parando a apenas 6 edições do final. A Pixel assume, volta tudo do começo e começa a lançar os encadernados... ainda faltam 3 e, no ritmo que está, só vamos ver o final da saga em 2012. Isso se não cancelarem a publicação de novo. Já vai fazer 9 anos que a edição 66 foi publicada lá e até hoje, os leitores brasileiros jamais saberiam o que aconteceu... não fossem os scans.
Antes de analisaramos o outro lado, há ainda outro fator que pende a favor dos scans e que deve ser levado em consideração: o elevado preço das atuais publicações, a um nível de qualidade que deixa muito a desejar. Voltemos alguns anos atrás. Você saía correndo do colégio para passar na banca da esquina para ver se já tinham chegado as novas edições de "Homem-Aranha" e "Teia do Aranha" da Editora Abril. Gastava R$ 5,00 e levava pra casa 200 páginas de quadrinhos. Hoje, se você for comprar o Homem-Aranha da Panini, gasta quase R$ 10,00 e leva apenas metade das páginas. Sem contar que eu prefiro ler a Saga do Clone do que saber que o Norman Osborn pegou a Gwen, teve dois filhos gêmeos com ela, que a identidade do Aranha agora é pública e... ah, tinha esquecido... ele fez um pacto com Mefisto, né? Tá, deixa pra lá... já deu pra pegar qual é o ponto, certo?
Há quem afirme que lê os scans justamente para não ter que pagar um preço absurdo sem conhecer a história. O camarada vai lá, lê primeiro e, se a história valer, paga pra ter a edição impressa. Parece uma boa justificativa, não? Os scans serveriam, deste modo, como uma excelente ferramente de divulgação, principalmente para quem é pouco conhecido.
O problema são justamente aqueles leitores que acomodam-se a apenas ler os scans sem nunca comprar nada. Os "sanguessugas", por assim dizer. O que assusta é que essa nova geração já está nascendo com a mão no mouse e no teclado, ou seja, já têm uma afinidade com o computador, uma facilidade de ler no monitor, que a nossa geração não tem. Boa parte de nós ainda prefere ter o quadrinho impresso, nas mãos. Mas o futuro não parece ser muito promissor para esse tipo de leitor e é justamente isso que preocupa... o futuro são os scans?
Antes de responder, analisemo agora o outro lado. Teoricamente, se os scans proliferam muito mais facilmente do que o quadrinho impresso, isso afetaria consideravelmente a demanda das editoras, o que faria baixar o caixa da empresa, o que acarretaria cortes e, consequentemente, prejudicaria os autores das histórias.
As perguntas que não querem calar: Quanto os scans afetam nas vendas das editoras? Será que esse efeito é realmente negativo, ou os scans, de fato, atuam como uma forma de divulgação e acabam fazendo vender até mais do que o esperado? Qual o percentual de leitores de scans que nunca compram nada (já que são esses que realmente representam o problema)?
Talvez seja fácil para nós dizermos "Ah, não vai ser o scan que eu leio que vai fazer falir a Marvel ou a DC" ou "Não é porque eu deixo de comprar um álbum que o autor vai passar fome" ou ainda "Eu acho que esses leitores 'sanguessugas' formam a maior parte dos leitores de scans".
Bem, se você pensa frequentemente nas duas primeiras sentenças, talvez tenha razão, mas e quanto aos autores nacionais? Aqui não temos um mercado e nem uma Hollywood produzindo filmes com adaptações de HQs para contra-balancear o risco, apesar de termos muita coisa de qualidade, que deixariam até os gringos morrendo de inveja. Não se trata de "ter peninha" dos autores brasileiros (independentes, na maioria), se trata de conhecer o que temos de bom, e ajudar a fortalecer a nossa cultura.
Mas, se você já é do tipo que pensa na última sentença, eu te digo: pode ser. O problema é que não temos números para sustentar essas suposições. Não sabemos o quanto os scans realmente afetam nas vendas das editoras, nem qual a % dos leitores "sanguessugas" na nossa população.
Numa tentativa de jogar uma luz sobre essas quesões, eu e meu xará, o Léo Santana, disponibilizamos uma pesquisa virtual, que alguns leitores responderam, para termos ao menos uma idéia de quando, aqueles que lêem scans, acabam comprando as revistas depois.
Claro que o ideal seria que as editoras, que são as maiores interessadas, disponibilizassem recursos para se elaborar uma pesquisa mais criteriosa. De qualquer forma, quem quiser conferir o resultado, se já não o fez, o relatório se encontra no site da Quadrinhópole, na parte de downloads.
Para fechar, respondo à pergunta que eu mesmo fiz: "Os scans são o futuro?". Na minha opinião, são, sim. Infelizmente. Não se pode lutar contra a evolução, e tudo indica que no futuro, os quadrinhos serão lidos no laptop e no iphone. Já inclusive existe gente fazendo HQ para esses formatos.
Por hora, enquanto os quadrinhos impressos não acabam, o jeito é valer-se da velha máxima: "não pode com ele, junte-se a ele". Ou seja, utilizar os scans de forma que eles proporcionem a divulgação necessária para ajudar a construir um mercado de HQs mais forte no Brasil, como já vem acontecendo, pouco a pouco.
 
BlogBlogs.Com.Br