quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Indicação de Seriado: Dexter

















Não sou muito de acompanhar seriados. O que tenho visto mais frequentemente é Heroes, Terminator: The Sarah Connor Chronicles, e Dexter. Perto dos blockbusters que andam em voga ultimamente, Dexter quase passa despercebido. Quase, não fosse a sua qualidade.

Para quem não sabe a história, Dexter é um serial killer. Bem, cada serial killer tem os seus alvos... prostitutas, mendigos, gays... etc. Os alvos de Dexter são os caras "maus" que escapam impunemente da justiça.

Claro que ter um emprego no Depto. de Polícia de Miami ajuda muito em selecionar seus alvos, sem que ninguém perceba. É lá que também trabalha sua irmã, uma das principais personagens da trama, ao lado de Rita, sua namorada que tem um casal de filhos.

Dexter é perito forense em sangue e o seriado tem todo o clima policial, já que ele vive ajudando os colegas a resolver os crimes da cidade, ao mesmo tempo em que se dedica ao seu namoro e, de vez em quando, sai para praticar seu "hobbie", quando tem a oportunidade de libertar seu lado negro.

A primeira temporada gira em torno de outro serial killer, um assassino que retalha prostitutas e deixa os pedaços para serem encontrados. Ele acaba envolvendo Dexter em seu jogo, e a disputa dos dois acaba levando nosso protagonista a descobrir a verdade sobre seus pais biológicos e sua família.

Na segunda, as coisas se aprofundam mais. Os corpos que Dexter jogava na baía acabam sendo encontrados e começa uma caçada que, inevitavelmente, levará a ele. Ao mesmo tempo, Dexter começa a ter dúvidas sobre quem ele realmente é. Seu pai adotivo, Henry, que era capitão da polícia, sabia de seu lado negro e criou um "código" que Dexter deveria seguir à risca se não quisesse ser pego. Mas agora, Dexter já não confia mais em Henry ou em si mesmo, quando novas verdades sobre sua família vêm à tona. Para piorar, uma nova garota entra em cena e acaba formando um triângulo amoroso. Se ser caçado por toda a polícia, inclusive por sua própria irmã, ter dúvidas sobre si mesmo e ainda ter problemas com a namorada não bastasse, Dexter ainda tem que dar um jeito de se livrar do Ten. Doakes, que sabe que ele esconde algo terrível e vive na sua cola. A série mantém o nível e prende a atenção do espectador do primeiro ao último episódio.

Na terceira e, por enquanto, última temporada, Dexter acaba inadvertidamente matando o irmão de um poderoso assistente da Promotoria, chamado Miguel. Ele consegue incriminar outra pessoa e, pouco a pouco, Miguel vai se tornando seu amigo. Dexter sabe o que Henry diria dessa amizade, mas acaba aprofundando-a mesmo assim. E se arrepende amargamente depois, pois as coisas vão se complicando cada vez mais. E ainda, Rita surge com a notícia que está grávida.

Apesar da terceira ser um pouco mais fraca que as demais, está longe de ser ruim. Todas com roteiro muito bom e atuações respeitáveis... você se envolve com as personagens e quer logo ver o próximo capítulo... como os bons seriados devem ser.

Altamente recomendado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br