sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Little Nemo: 1905-1914


Já faz alguns meses que comprei este belíssimo encadernado do Little Nemo, importado, reunindo as histórias publicadas entre 1905 e 1914 deste fantástico personagem. Ontem, finalmente acabei de ler. São 428 páginas, reproduzindo na íntegra as histórias que eram publicadas no suplemento dominical do New York Herald e, posteriormente, do New York American. Na sequência, farei um breve resumo da obra, que é tida hoje como um clássico dos quadrinhos.
Págs 09-27
Para quem não conhece a história, Nemo é um garotinho que, quando dorme, acaba sonhando que está na incrível terra de Slumberland. Lá, ele vive as mais fantásticas aventuras e a história, que era publicada como uma página de quadrinhos nos jornais, sempre acaba com ele acordando em sua cama. Não raro, vemos ele caindo da mesma devido aos sustos que leva em suas jornadas pelo mundo dos sonhos. Este primeiro "arco", se é que podemos chamar assim, mostra diferentes tentativas de Nemo de chegar pela primeira vez em Slumberland. Cada vez por um caminho diferente, às vezes ajudado por alguns personagens extravagantes, e não raro se metendo em situações bizarras.
Nestas páginas e também ao longo de toda a série, temos histórias relacionadas com alguma data comemorativa, como Natal, Ano Novo, Dia dos Namorados, etc. Interessante as histórias relacionadas à passagem de ano, sempre vemos um velhinho representando o ano velho, e um bebê, representando a chegada do novo ano.
Estas primeiras histórias são características por apresentar um excesso de recordatórios, que depois acabam sumindo ao longo do segundo "arco". Possivelmente, Winsor McCay deve ter percebido que não havia necessidade de tais elementos.
Págs. 28-47
Nemo finalmente consegue entrar em Slumberland e logo conhece Flip, um gorducho que sempre está fumando charuto e cujo prazer é estragar a festa dos outros. Inicialmente, Flip é tido como o maior inimigo de Nemo, pois sempre que o vê, Nemo acaba acordando. Mas com o passar dos anos, os dois se tornam grande amigos e vivem inúmeras aventuras juntos.
Aqui, a preocupação de Nemo é chegar na princesa, filha do Rei Morpheus. Para isso, ele tem que encontrar uma maneira de driblar Flip. Tarefa não muito fácil, já que o tio dele é o Senhor da Manhã e ele sempre pode pedir ajuda ao velho para que traga luz a Slumberland e faça Nemo acordar.
Nemo também logo conhece o "Doctor Pill", personagem recorrente de toda a série, e a "Candy Kid" também. Depois de vários passeios pela fantástica Slumberland, ele finalmente encontra a princesa pela primeira vez.
Págs. 48-83
Agora acompanhado pela Princesa, Nemo prossegue sua viagem por Slumberland, sempre com Flip tentando alcançá-los, e muitas vezes se dando mal ou estragando o passeio de todos. Suas irritantes tentativas e trabaplhadas acabam fazendo com que o Rei ordene sua execução. No entanto, Nemo decide intervir e pede para que a vida de Flip seja poupada. É o início da amizade entre os dois.
Flip junta-se ao casal e os três logo conhecem terras, personagens e animais exóticos, frequentemente com Flip sendo enganado por uma bruxa. Os passeios dos três aventureiros acabam levando-os a conhecer o Castelo de Jack Frost, um paraíso gélido. Mas acaba queo gelo onde eles pisam se despedaça e eles são levados pelo mar, sendo encontrados por piratas.
Págs. 84-100
Uma vez no navio pirata, os três acabam sendo pegos no fogo cruzado de uma batalha entre os piratas e a guarda real. Depois de algumas aventuras marinhas, eles vão parar numa ilha onde conhecem uma tribo de nativos e ficam algum tempo lá conhecendo o lugar. Na hora de ir embora, entretanto, um deles, que logo é apelidado de "Impie", acaba indo junto e os acompanha nas aventuras subsequentes.
Págs. 100-136
Se Flip, sozinho, já fazia a maior zorra, agora, com Impie, a coisa piora de vez. Quando os dois não estão brigando, estão aprontando alguma travessura juntos. Logo, Nemo, Flip e Impie acabam se perdendo no castelo do Rei Morpheus e vão parar numa floresta de gigantes. Fugindo dos gigantes, Nemo e Impie se separam de Flip e chegam a uma cidade onde os dois são gigantes, levando a confusão até lá também.
Logo reencontram Flip e os três começam a procurar juntos o caminho de volta a Slumberland, conhecendo várias outras coisas no processo. Nesta parte talvez estejam as melhores histórias. Antes, até havia certa "piração" quanto a lugares e personagens, mas aqui, McCay começa a viajar de verdade.
Para se ter uma idéia, em certa altura, eles estão morrendo de fome e começam a comer AS LETRAS do título "Little Nemo in Slumberland". Sensacional! No fim da história os três estão totalmente balofos e continuam assim por um tempo, enquanto toda Slumberland começa a procurá-los.
Muito legal também quando chegam na sala de espelhos, o que gera umas imagens muito loucas, e outros cenários bizarros que vão se modificando na medida em que adentram nos mesmos. Maior viagem.
Págs. 136-151
Nemo acaba se separando dos demais e vai parar numa cidade perdida. No entanto, acaba encontrando um cajado mágico, que usa para transformar a terra destruída em algo bonito de novo, e ajudar as pessoas com seus problemas. Uma série de histórias se passa assim, até que eles o reencontram e organizam um desfile comemorativo, com Flip e Impie novamente aprontando das deles.
Págs. 152-177
Flip é expulso de Slumberland e agora temos uma série de histórias com ele no "mundo real" ao lado de Nemo. Claro que ainda são sonhos, apenas não se passam mais em Slumberland. Na primeira delas, temos uma participação dos pais de Nemo quando a casa ameaça ser inundada.
Depois, os dois vivem algumas desventuras juntos, algumas das quais lembram as primeiras histórias, que começam com Nemo na cama e o cenário se transformando de alguma forma bizarra.
Impie também logo volta a aparecer. Particularmente interessante a história onde os três vão tomar sorvetes e acabam congelados. Impie e Flip acabam sendo despedaçados e Nemo acaba derretendo, acordando assutado.
Outra história bacana é uma em que o próprio Nemo se embaralha com o fundo do quadrinho.
Págs. 178-196
Um novo personagem entra em cena, um Professor que Flip tenta usar para ingressar no "show business". Logo, os três estão envolvidos em mais confusões. Muito legal a história onde eles estão patinando e começam a descer pelo que parecer ser uma montanha, mas que logo se revela como sendo o rosto do avô de Nemo.
Temos mais viagens bizarras, algumas das quais alteram até mesmo as formas das personagens, de maneiras bem engraçadas. Logo volta o interesse de retornar a Slumberland, mas tentando burlar o Flip para tanto.
Págs. 197-225
Nemo retorna a Slumberland, mas Flip o segue e, temerosos de suas travessuras, gigantes acabam removendo o cenário inteiro. Nemo fica louco da vida e perde a paciência com Flip. Pela primeira vez, os dois resolvem decidir as diferenças na base da porrada!
Sensacional o confronto entre os dois, com direito a luvas de boxe e a novas brincadeiras com o cenário e figuras de linguagem, ou seja, os socos que Flip erra acabam rasgando os quadrinhos, esse tipo de coisa.
Nemo vence e acaba ganhando o respeito de Flip. Os dois e o Professor seguem juntos em mais aventuras, até acabarem capturados como animais e presos em jaulas de circo. Impie junta-se ao grupo e eles conseguem escapar, aliando-se a dois caçadores e vivenciando mais algumas experiências bizarras do tipo "esse cenário não é o que parece ser".
Eles acabam perdidos e vão parar na casa do Papai Noel.
Págs. 226-262
Depois do reencontro com o Papai Noel e da passagem de ano, os aventureiros começam um passeio através de um dirigível meio louco, na busca pelo Doc Pill. Novamente, a jornada os leva a conhecer terras, animais e personagens exóticos. Eles logo encontram o bom Doutor e o levam até Rei Morpheus, mas a jornada continua: eles vão para a lua e depois, para Marte, envolvendo-se em mais situações bizarras.
Págs. 263-297
Na volta para a Terra, eles passam por vários continentes até conseguirem voltar aos Estados Unidos. Mais aventuras empolgantes até eles finalmente conseguirem chegar na terra natal de Nemo, mas a viagem não pára por aí e eles começam a visitar uma série de cidades do Canadá e dos EUA.
Págs. 298-310
Nas últimas páginas que foram publicadas no New York Herald, Nemo acaba ganhando uma flor que dá voz aos animais, e os ajuda de inúmeras maneiras.
Págs. 311-333
O jornal mudou, e o título do suplemento, também. Ao invés de "Little Nemo in Slumberland", temos agora "In the Land of Wonderful Dreams", embora o nome "Slumberland" continue a ser usado nas histórias.
Além da mudança no título do suplemento, temos agora também títulos das histórias, coisa que não tinha antes.
Voltamos à velha premissa de Nemo chegando em Slumberland e Flip tentando acompanhá-lo e acabando, ou por estragar o passeio, ou se dando muito mal. Particularmente interessante a história em que temos uma infinidade de Flips e não se sabe qual deles é o verdadeiro.
Mais cenários bizarros e confusões entre Flip e Doc Pill, até que o Impie volta a aparecer, agora falando algumas palavras em inglês.
Págs. 334-360
Flip acaba roubando o cajado mágico e, com Impie também aprontando das suas, temos mais e mais confusão. Doc Pill fica louco da vida.
Págs. 361-405
Aqui eles começam a visitar uma série de personagens da literatura e terras exóticas, até chegarem em Liliput e ficando um bom tempo lá. Acredite se quiser, mas Flip acaba se tornando o chefe de polícia de Liliput. Interessante como nessas últimas histórias, Flip rouba a cena e Nemo acaba ficando relegado a segundo plano.
Págs. 406-428
Saindo de Liliput, eles vão parar numa ilha de mini-canibais e depois, numa ilha de animais pré-históricos esquesitíssimos. As últimas páginas mostram mais histórias envolvendo confusões entre Flip, Impie e Nemo.
E é isso. Pelo resumo, acho que é fácil de perceber que as histórias não seguem uma continuidade, possivelmente porque não era essa a idéia. Na verdade é um compêndio de várias histórias de uma página, mas que revolucionaram toda uma época devido às suas idéias. Esperamos que chegue aqui um novo volume reunindo o restante das histórias desse fantástico personagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br