domingo, 15 de julho de 2012

San Diego Comic Con: Dia 3

Decidi tirar a manhã do terceiro dia para comprar um HD Externo que, segundo me disseram, seria mais barato nos EUA. Indicaram-me uma loja, a Office Depot, onde encontraria o que estava procurando. Dito e feito: 2 HDs de 1TB cada pelo preco de um. Awsome!
Cheguei no evento e voltei a distribuir mais algumas Sequestro. Interessante observar as reações do pessoal. Tinha gente que não queria nem de graça. Ok, ate aí, isso acontece aqui no Brasil também. Mas tinha outros que curtiam um monte. As expressões iam desde um "Cool, man, thanks! I'll check out!" até "I can believe I'm talking with an artist!". Hehehehe. Muito legal.
E no geral, todo mundo era super bem educado e atencioso. Parece óbvio para quem já esteve nos EUA dizer isso, mas essa foi minha primeira viagem para lá, então realmente algumas coisas me impressionaram. Por exemplo, os carros realmente param se você estiver atravessando a rua. Pessoas te cumprimentam na rua mesmo sem te conhecer. E qualquer esbarrão, até se for culpa sua, você logo houve um "sorry". Perdi a conta de quantos "sorry" ouvi nessa viagem. A única exceção foi um cara que veio com um "You have to look to where are you going", mas acho que todo lugar sempre tem que ter um babaca, né?
Enfim, participei do painel da Comixology, o que foi muito interessante para mim, já que eles são hoje a maior distribuidora digital dos EUA. Antes deles estava rolando um painel com os artistas dos anos 70... só a veiarada... hehehe. Entre eles, o Marv Wolfman.





Depois fui almoçar num bar perto do hostel, que também ficava relativamente perto do corpo de bombeiros. E a toda hora você ouvia alguma sirene, aí tive que perguntar pra alguém "Será que tem um incêndio todos os dias nessa cidade?", hehehee. Claro que eles não iam atender apenas incêndios, mas assim como aqui no Brasil, os paramédicos vão socorrer qualquer outra coisa.


Voltei pro hostel para pegar mais revistas antes de voltar para a Comic Con e distribuir um pouco mais. Mais voltas e mais fotos de várias coisas. Uma delas com o Jon Favreau, que foi um pouco sofrida para conseguir:
- Hey, can I have your picture?
- Sorry, man, if I stop every time someone wants a picture...
- Came on, man, I'm from Brasil!
Hehehee. Nisso ele se sensibilizou e acabou tirando uma, embora quase nao tenha parado de andar para fazê-la. Mas valeu.






Nesse dia pude apreciar os estandes com um pouco mais de calma, mas é muita coisa pra ver. Nem que ficasse duas semanas direto acho que não conseguiria ver tudo. É quase como um video game: cada vez que voce passa por um corredor que já passou antes, aparece alguma coisa nova.
E em alguns casos é verdade mesmo. Estandes como "James Bond 50", por exemplo: todo dia tinha algum carro ou acessório diferente. E coisas grandes, conforme vocês podem ver depois. Não só do Bond, mas Orcs do Senhor dos Anéis, o Terminator de Exterminador do Futuro outras coisas desse porte infestavam os estandes.
No mais... trailer de Assassins Creed III, das novas temporadas de Fringe e Walking Dead e comprei uma camiseta com a estampa do Venom que eu queria há tempos... hehehehe.
Já de noite, voltei para o mesmo bar da hora do almoço e acabei conversando com um cara da Nova Zelândia. Papo vai, papo vem, descubro que é um dos caras que trabalhou nos efeitos especiais do Senhor dos Anéis e outras coisas bacanas. Pretty cool, ahn? Isso é outra coisa bacana de lá... você nunca sabe de que parte do mundo são as pessoas que estão no mesmo lugar que você.
Saindo dali, fui num tal de Nerd HQ. Era tipo uma balada... nerd. De tarde tinha uns video games nos quais você podia degustar do novo jogo da Tomb Raider, mas de noite estava rolando tipo uma mega-festa. Entrei para dar uma conferida no local, já que não pagava para entrar. Logo vi os xbox ali, todos livres. Sentei para tentar jogar e logo descobri que não estavam funcionando. Aí fiquei indignado e fui embora... hehehehe.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br